Autor Tópico: Quota de música portuguesa na rádio  (Lida 5931 vezes)

Boxx

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 925
Quota de música portuguesa na rádio
« em: Novembro 11, 2020, 11:51:17 am »
Tenho escutado um spot na Radio SBSR sobre uma suposta intenção do governo de aumentar a % de musica Portuguesa que passa na rádio e a natural apreensão dos operadores.
Alguém sabe mais pormenores?
Eu já acho os 25% um exagero. Não temos produção regular de qualidade para manter esta quota, muito menos para a aumentar...
« Última modificação: Dezembro 27, 2023, 10:36:58 pm por AG »

Radiofilo

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 468
Re: Quota musica Portuguesa na rádio
« Responder #1 em: Novembro 12, 2020, 03:47:01 pm »
Provavelmente deverá ser uma iniciativa de várias rádios locais e não só.

Digo isto porque em Pombal, pelo menos uma das duas rádios locais do concelho, a Rádio Clube de Pombal, passa há vários dias um spot sobre esse assunto, provavelmente o mesmo ou com o mesmo conteúdo.

Rádio que, por acaso, até passa bastante música portuguesa, geralmente de bastante qualidade e, na sua larga maioria, totalmente "fora da caixa", isto comparando com as play lists habituais das rádios do costume.
« Última modificação: Novembro 12, 2020, 03:50:23 pm por Radiofilo »

Boxx

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 925
Re: Quota musica Portuguesa na rádio
« Responder #2 em: Novembro 12, 2020, 03:52:36 pm »
não percebi bem a sua mensagem...pelo que ouvi na SBSR, entendi que as rádios são frontalmente contra o aumento da quota. Na sua mensagem, deduzi o contrário.

radiokilledtheMTVstar

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 3575
  • "Quintão e Costa, a dupla que o povo gosta!"
Re: Quota musica Portuguesa na rádio
« Responder #3 em: Novembro 13, 2020, 09:32:44 pm »
No caso da SBSR não sei mesmo como fariam já que como se sabe de música portuguesa apenas quer passar indie...
Mas a APR e a ARIC são frontalmente contra, sim.

https://www.apradiodifusao.pt/noticias/destaques/695-2020-11-04-18-42-15.html

pdf

  • Visitante
Re: Quota musica Portuguesa na rádio
« Responder #4 em: Novembro 19, 2020, 02:42:42 pm »
A Rádio Nova Era também está a passar um spot do género.

Zeca 2021

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1044
Re: Quota musica Portuguesa na rádio
« Responder #5 em: Novembro 19, 2020, 05:15:38 pm »
Passmusica e SPA duas entidades que apenas contribuem para o massacre das rádios locais e on line. Se a SPA até posso mais facilmente admitir, a Passmusica é uma entidade abutre, desnecessária que apenas suga e esmifra rádios, bares e afins.

Hélder Fialho

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 41
Re: Quota de música portuguesa na rádio
« Responder #6 em: Novembro 29, 2020, 10:19:42 pm »
Na única rádio local que gosto também tem passado de vez em quando um spot com um comunicado sobre este assunto. Pessoalmente não concordo nada. Segundo o Nuno Artur Silva, o objectivo é apoiar os músicos portugueses nesta altura em que todos eles estão a sofrer imenso (toda a Cultura, de resto) por causa do vírus e das restrições em vigor. A intenção é louvável e compreendo-a. A esmagadora maioria dos músicos tem os concertos cancelados e, hoje em dia, os concertos, e não as vendas dos álbuns, são de onde vem a maior parte dos rendimentos deles. Não podendo tocar ao vivo, a única coisa que lhes resta são as royalties das músicas deles serem tocadas na rádio, às quais agora têm de se agarrar como a hera às paredes. Na música não é possível haver take-away. Ou melhor, até é. Com lives no instagram, etc, mas isso é gratuito, não é pago e eles precisam urgentemente de dinheiro neste momento. Só que estão a sofrer eles e estão a sofrer os músicos de todo o mundo, não são só os nossos. Mas estou a desviar-me um pouco do assunto. Como dizia, a intenção é compreensível, só que aumentar para 40%, que seria quase metade da programação, é absurdo. Por um lado porque não se produz música em Portugal, boa e má, em número suficiente para cumprir diariamente numa rádio uma percentagem dessas e por outro porque pode dar a entender que o Governo pretende quase como que afastar os programadores das rádios e dizer "agora quem manda somos nós" e passar a ser o programador e isso já entra no domínio da restrição da liberdade das rádios de programarem. Seria mau para as rádios e mau para nós que as ouvimos. Para mais, é sabido que a esmagadora maioria das rádios cumpre a quota de 25% e até a ultrapassa.
« Última modificação: Novembro 29, 2020, 10:24:20 pm por Hélder Fialho »

DXPedro

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 64
    • YouTube
Re: Quota de música portuguesa na rádio
« Responder #7 em: Novembro 30, 2020, 04:36:50 pm »
Na única rádio local que gosto também tem passado de vez em quando um spot com um comunicado sobre este assunto. Pessoalmente não concordo nada. Segundo o Nuno Artur Silva, o objectivo é apoiar os músicos portugueses nesta altura em que todos eles estão a sofrer imenso (toda a Cultura, de resto) por causa do vírus e das restrições em vigor. A intenção é louvável e compreendo-a. A esmagadora maioria dos músicos tem os concertos cancelados e, hoje em dia, os concertos, e não as vendas dos álbuns, são de onde vem a maior parte dos rendimentos deles. Não podendo tocar ao vivo, a única coisa que lhes resta são as royalties das músicas deles serem tocadas na rádio, às quais agora têm de se agarrar como a hera às paredes. Na música não é possível haver take-away. Ou melhor, até é. Com lives no instagram, etc, mas isso é gratuito, não é pago e eles precisam urgentemente de dinheiro neste momento. Só que estão a sofrer eles e estão a sofrer os músicos de todo o mundo, não são só os nossos. Mas estou a desviar-me um pouco do assunto. Como dizia, a intenção é compreensível, só que aumentar para 40%, que seria quase metade da programação, é absurdo. Por um lado porque não se produz música em Portugal, boa e má, em número suficiente para cumprir diariamente numa rádio uma percentagem dessas e por outro porque pode dar a entender que o Governo pretende quase como que afastar os programadores das rádios e dizer "agora quem manda somos nós" e passar a ser o programador e isso já entra no domínio da restrição da liberdade das rádios de programarem. Seria mau para as rádios e mau para nós que as ouvimos. Para mais, é sabido que a esmagadora maioria das rádios cumpre a quota de 25% e até a ultrapassa.
E aqui corre-se o risco, de não existindo essa produção, de serem sempre os mesmos a tocar, ou a serem tocados por conta do lobbing (informal) de editoras, A&Rs, produtoras, etc., gerando receita sempre para esses mesmos.
cumps

Hélder Fialho

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 41
Re: Quota de música portuguesa na rádio
« Responder #8 em: Dezembro 03, 2020, 09:57:23 pm »
E aqui corre-se o risco, de não existindo essa produção, de serem sempre os mesmos a tocar, ou a serem tocados por conta do lobbing (informal) de editoras, A&Rs, produtoras, etc., gerando receita sempre para esses mesmos.
cumps


Exactamente. Esse é o outro problema. O lobbying das editoras que já existe nas rádios de música comercial de maior audiência, num cenário desses, iria aumentá-lo ainda mais. Não há volta a dar. Somos um País muito pequeno e, infelizmente, não há música portuguesa a sair para as lojas em número suficiente para alimentar uma rádio. Qualquer rádio. Gravar um álbum e promovê-lo é um processo longo e caro e num País pobre como o nosso ainda é mais caro. São muitas despesas para depois nas vendas terem poucos lucros e o Spotify é um logro porque o Spotify fica com a maioria dos lucros e o que os músicos recebem das vendas no Spotify é uma miséria e ainda têm de lhes pagar para terem as músicas na plataforma. Para aumentarem a quota teriam de fazer o quê? Obrigar a Oxigénio a passar música pimba só para fazer os 40%? Sim, porque no caso das rádios temáticas como a Oxigénio, esta medida de aumento da quota de música portuguesa ainda é mais difícil, senão mesmo impossível, de cumprir. Não há música electrónica em Portugal em número suficiente para alimentar uma rádio. Quem teve esta ideia mirabolante, não tem noção do País onde vive. Espero sinceramente que esta medida não vá para a frente.
« Última modificação: Dezembro 03, 2020, 10:03:40 pm por Hélder Fialho »

DXPedro

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 64
    • YouTube
Re: Quota de música portuguesa na rádio
« Responder #9 em: Dezembro 06, 2020, 02:45:15 am »
 Precisa e exatamente.
Cumps

masterhead

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 9
Re: Quota de música portuguesa na rádio
« Responder #10 em: Dezembro 23, 2020, 11:53:03 pm »
Defendo os 40% da música portuguesa na rádio, até à semelhança do que, por exemplo, acontece na França. Aplaudo a decisão e espero que a mesma seja aprovada.

Se a memória não me falha, a obrigação das quotas não abrange as rádios temáticas de cariz musical.

Atento

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5793
Re: Quota de música portuguesa na rádio
« Responder #11 em: Dezembro 30, 2020, 12:03:56 pm »
Defendo os 40% da música portuguesa na rádio, até à semelhança do que, por exemplo, acontece na França. Aplaudo a decisão e espero que a mesma seja aprovada.

Se a memória não me falha, a obrigação das quotas não abrange as rádios temáticas de cariz musical.


Em França  essa medida tem trazido resultados visíveis  à  música francesa?

masterhead

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 9
Re: Quota de música portuguesa na rádio
« Responder #12 em: Dezembro 30, 2020, 12:24:29 pm »
Defendo os 40% da música portuguesa na rádio, até à semelhança do que, por exemplo, acontece na França. Aplaudo a decisão e espero que a mesma seja aprovada.

Se a memória não me falha, a obrigação das quotas não abrange as rádios temáticas de cariz musical.


Em França  essa medida tem trazido resultados visíveis  à  música francesa?

Há dados em contrário?

Atento

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5793
Re: Quota de música portuguesa na rádio
« Responder #13 em: Dezembro 30, 2020, 01:45:51 pm »
Defendo os 40% da música portuguesa na rádio, até à semelhança do que, por exemplo, acontece na França. Aplaudo a decisão e espero que a mesma seja aprovada.

Se a memória não me falha, a obrigação das quotas não abrange as rádios temáticas de cariz musical.


Em França  essa medida tem trazido resultados visíveis  à  música francesa?

Há dados em contrário?


Os principais canais da Rádio France - France Inter, France Info, France Blue e France Culture - raramente passam música, por exemplo.

Não é com imposição de quotas nas rádiosque se resolve o problema da música (portuguesa).

No meu caso, funciona ao contrário...deixo de comprar e de assistir aos espetáculos.

brodcastfm

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 123
Re: Quota de música portuguesa na rádio
« Responder #14 em: Janeiro 14, 2021, 11:21:21 pm »
Já se sabe vão aumentar a cota para 30%. A senhora Ministra da Cultura anunciou hoje...