Autor Tópico: RDP África  (Lida 19927 vezes)

guest6

  • Visitante
Re: RDP África
« Responder #15 em: Janeiro 19, 2021, 08:41:11 pm »
Finalmente confirma-se: RDP África no Porto nos 91,5 MHz. Veremos qual a potência atribuída.

https://visao.sapo.pt/atualidade/cultura/2021-01-19-rdp-africa-passa-a-estar-disponivel-no-norte-atraves-da-frequencia-915-mhz/

Eu apontaria para algo entre os 2 e os 3 Kw.
Lisboa tem 4 kW, talvez decidam o mesmo para o Porto.
Não me parece, e por uma razão simples: o alvará inicial de Lisboa era 5Kw, o alvará inicial do Porto era 3Kw. Portanto não acredito que vão para mais que os 3Kw, e no Monte da Virgem 3Kw vão dar uma boa cobertura, basta ver por exemplo os 2Kw da Nova Era.

Atento

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5620
Re: RDP África
« Responder #16 em: Janeiro 19, 2021, 08:56:25 pm »
"Vamos por o funaná no Bolhão"


Sobre a ANTENA 3, o futuro será idêntico ao atual, enquanto objetivos inefável NAS continuar no lugar em que está. Proferiu mais uns lugares comuns, pensando que estava proferir sapiência...

Zeca 2021

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1025
Re: RDP África
« Responder #17 em: Janeiro 19, 2021, 10:57:35 pm »
Finalmente confirma-se: RDP África no Porto nos 91,5 MHz. Veremos qual a potência atribuída.

https://visao.sapo.pt/atualidade/cultura/2021-01-19-rdp-africa-passa-a-estar-disponivel-no-norte-atraves-da-frequencia-915-mhz/

Péssima noticia. Mais uma rádio que nada diz á região do Grande Porto.
A realidade no Porto nada tem a ver com a área da Grande Lisboa.
Basta andar pelas ruas de Lisboa e Porto e vê-se qual a diferença.
As raízes africanas ficaram pela Capital no pós 25/04 e o Porto não recebeu essa emigração.
Mais uma rádio a invadir o Porto e nada lhe diz.
Que pais este Portugal. Uma frequencia que podia ser um dia usada para uma rádio local/regional a surgir e assim ocupa-se o espaço.

estvmkt

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2118
Re: RDP África
« Responder #18 em: Janeiro 20, 2021, 08:56:09 am »
Finalmente confirma-se: RDP África no Porto nos 91,5 MHz. Veremos qual a potência atribuída.

https://visao.sapo.pt/atualidade/cultura/2021-01-19-rdp-africa-passa-a-estar-disponivel-no-norte-atraves-da-frequencia-915-mhz/

Eu apontaria para algo entre os 2 e os 3 Kw.
Lisboa tem 4 kW, talvez decidam o mesmo para o Porto.
Não me parece, e por uma razão simples: o alvará inicial de Lisboa era 5Kw, o alvará inicial do Porto era 3Kw. Portanto não acredito que vão para mais que os 3Kw, e no Monte da Virgem 3Kw vão dar uma boa cobertura, basta ver por exemplo os 2Kw da Nova Era.
Concordo em absoluto.
Da grande Porto,e das que saem do Monte da Virgem a mais fraca claramente a Cidade...
« Última modificação: Janeiro 20, 2021, 09:04:09 am por estvmkt »

XFM

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 59
  • Para uma imensa minoria.
Re: RDP África
« Responder #19 em: Janeiro 20, 2021, 09:30:38 am »
O único problema que poderá existir será a interferência do sinal nos 91.5 sobre a Rádio Alto Ave (91.6), mas que não deverá ocorrer no Minho.

AM-FM

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 21
Re: RDP África
« Responder #20 em: Janeiro 20, 2021, 09:35:44 am »
O único problema que poderá existir será a interferência do sinal nos 91.5 sobre a Rádio Alto Ave (91.6), mas que não deverá ocorrer no Minho.

E em rádios menos bons a interferência da Antena 1 (91.3 Braga) na RDP África.

AG

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2593
  • NSTALGIA
Re: RDP África
« Responder #21 em: Janeiro 20, 2021, 01:26:49 pm »
Finalmente confirma-se: RDP África no Porto nos 91,5 MHz. Veremos qual a potência atribuída.

https://visao.sapo.pt/atualidade/cultura/2021-01-19-rdp-africa-passa-a-estar-disponivel-no-norte-atraves-da-frequencia-915-mhz/

Eu apontaria para algo entre os 2 e os 3 Kw.
Lisboa tem 4 kW, talvez decidam o mesmo para o Porto.
Não me parece, e por uma razão simples: o alvará inicial de Lisboa era 5Kw, o alvará inicial do Porto era 3Kw. Portanto não acredito que vão para mais que os 3Kw, e no Monte da Virgem 3Kw vão dar uma boa cobertura, basta ver por exemplo os 2Kw da Nova Era.
Estive a pesquisar e a potencia atribuída foi de 2kW, a segunda mais alta. 98,9 com 5kW, e as restantes três (90,0, 94,7 e 95,5) com 1kW.

Em Lisboa estás certo, 5 kW; 89,5 com 2kW e as restantes com 1kW (90,4, 91,6, 92,4 e 96,6).
« Última modificação: Janeiro 20, 2021, 01:28:44 pm por AG »

augusto neto

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 130
Re: RDP África
« Responder #22 em: Janeiro 20, 2021, 06:09:58 pm »
Interessante como a chegada da RDP África ao Porto levanta questões racistas/xenófobas em alguns comentários aqui escritos.
Isso diz tudo sobre as pessoas que os escreveram e sobre este fórum onde não se pode falar de política mas pode-se publicar comentários como por exemplo os que o "recém assumido" Zeca escreveu.
Quanto ao assunto, mais uma vez Nuno Artur Silva a fazer o que ninguém fez durante décadas. Colocar a RDP África a emitir no Porto.
Tal como duplicou a oferta dos canais da RTP na TDT de 2 (RTP 1 e RTP 2) para 4 canais passando a incluir a RTP 3 e a RTP Memória.
Tal como se prepara de novo para colocar mais 2 canais do serviço público na TDT, RTP África e Canal do Conhecimento.
Nuno Artur Silva é o responsável por triplicar a oferta do serviço público de televisão gratuitamente disponível na TDT.
Ninguém em Portugal, repito, ninguém fez tanto pela oferta de canais de televisão do serviço público aos cidadãos.

Miguel

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 78
Re: RDP África
« Responder #23 em: Janeiro 20, 2021, 07:18:03 pm »
Finalmente confirma-se: RDP África no Porto nos 91,5 MHz. Veremos qual a potência atribuída.

https://visao.sapo.pt/atualidade/cultura/2021-01-19-rdp-africa-passa-a-estar-disponivel-no-norte-atraves-da-frequencia-915-mhz/

Eu apontaria para algo entre os 2 e os 3 Kw.
Lisboa tem 4 kW, talvez decidam o mesmo para o Porto.
Não me parece, e por uma razão simples: o alvará inicial de Lisboa era 5Kw, o alvará inicial do Porto era 3Kw. Portanto não acredito que vão para mais que os 3Kw, e no Monte da Virgem 3Kw vão dar uma boa cobertura, basta ver por exemplo os 2Kw da Nova Era.
Estive a pesquisar e a potencia atribuída foi de 2kW, a segunda mais alta. 98,9 com 5kW, e as restantes três (90,0, 94,7 e 95,5) com 1kW.

Em Lisboa estás certo, 5 kW; 89,5 com 2kW e as restantes com 1kW (90,4, 91,6, 92,4 e 96,6).
As potências da M80 deverá ser a 5kW, as dos 94.7?, e 95.5, mas não sei se a festival 94.8 se ainda tem os 5kW ou menos do que 5kW. Claro que a Placard tem 1 kW.
« Última modificação: Janeiro 20, 2021, 07:25:29 pm por Miguel »

Zeca 2021

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1025
Re: RDP África
« Responder #24 em: Janeiro 21, 2021, 08:51:57 am »
Interessante como a chegada da RDP África ao Porto levanta questões racistas/xenófobas em alguns comentários aqui escritos.
Isso diz tudo sobre as pessoas que os escreveram e sobre este fórum onde não se pode falar de política mas pode-se publicar comentários como por exemplo os que o "recém assumido" Zeca escreveu.
Quanto ao assunto, mais uma vez Nuno Artur Silva a fazer o que ninguém fez durante décadas. Colocar a RDP África a emitir no Porto.
Tal como duplicou a oferta dos canais da RTP na TDT de 2 (RTP 1 e RTP 2) para 4 canais passando a incluir a RTP 3 e a RTP Memória.
Tal como se prepara de novo para colocar mais 2 canais do serviço público na TDT, RTP África e Canal do Conhecimento.
Nuno Artur Silva é o responsável por triplicar a oferta do serviço público de televisão gratuitamente disponível na TDT.
Ninguém em Portugal, repito, ninguém fez tanto pela oferta de canais de televisão do serviço público aos cidadãos.

Só quem está de má fé é que pode extrapolar tal disparate.
O que eu disse da RDP Africa digo das outras e veja lá se lê melhor o que eu escrevi.
A RDP Africa é mais uma rádio que nada diz ao Porto. Motivos:
Não emite do Porto
Emite 100% de Lisboa
Não vai empregar ninguém no Porto.
Vai ser um simples retransmissor publico.
A RDP Africa está obviamente direcionado para uma camada da população portuguesa que fora da Grande Lisboa não tem expressão, por questões históricas e de facil observação residencial.
A permissão da frequência no Porto da RDP Africa mostra a desigualdade entre o publico e o privado. O estado permitiu-se a ele proprio ter uma rádio no Porto mas um empresário que quisesse ter uma rádio no Porto não podia, porque não há alvarás.
Acha isto justo?
E deixe de dizer disparates quanto a questões de indole racial.

Memorias da Radio

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2927
Re: RDP África
« Responder #25 em: Janeiro 21, 2021, 02:34:11 pm »
Interessante como a chegada da RDP África ao Porto levanta questões racistas/xenófobas em alguns comentários aqui escritos.
Isso diz tudo sobre as pessoas que os escreveram e sobre este fórum onde não se pode falar de política mas pode-se publicar comentários como por exemplo os que o "recém assumido" Zeca escreveu.
Quanto ao assunto, mais uma vez Nuno Artur Silva a fazer o que ninguém fez durante décadas. Colocar a RDP África a emitir no Porto.
Tal como duplicou a oferta dos canais da RTP na TDT de 2 (RTP 1 e RTP 2) para 4 canais passando a incluir a RTP 3 e a RTP Memória.
Tal como se prepara de novo para colocar mais 2 canais do serviço público na TDT, RTP África e Canal do Conhecimento.
Nuno Artur Silva é o responsável por triplicar a oferta do serviço público de televisão gratuitamente disponível na TDT.
Ninguém em Portugal, repito, ninguém fez tanto pela oferta de canais de televisão do serviço público aos cidadãos.

Resta saber se por oferta que seja útil aos interesses dos cidadãos. Porque a RDP África no Porto servirá talvez 0.01% da população e será mais um fator de curiosidade para os públicos nortenhos escutarem uma música que não é a habitual deles, que propriamente um integrador cultural potente para uma população alegadamente discriminada.. que nem sequer ouve a RDP África, como as audiências provam.

Agora corrupções culturais é que não e daí também a minha citação direta. Colocar o funaná no Bolhão? O funaná?? Dá vontade de perguntar se o Nuno Artur Silva alguma vez foi ao Bolhão. Ainda se fosse uma morna, fazia bom ambiente e epá sim senhor, até podia abrir a porta a outros estilos do género. Como dizia um certo cozinheiro da RTP2, ia ser lindo lindo lindo. Mas o funaná? Para coisas sem pés nem cabeça que perderam 90% da identidade original já temos Lisboa e Sintra, não precisamos de mais exemplos no país, obrigado.

Não se queira corromper uma região com 900 anos de história que é a génese de Portugal com afirmações deste tipo vindas de gente (do NAS) que, inequivocamente, desconhece a realidade local e regional.

Além disso, achei a frase orelhuda e gostei, daí a minha citação.

Elementos culturais à parte: é excelente para a RTP este alargamento de influência. Para os cidadãos há mais oferta e até admito que às vezes escutava a RDP África em Lisboa só para dar uma volta ao texto e desenjoar da música habitual. Mas no Porto vai ser tão coerente como uma mancha de petróleo no Golfo.

Aqui, lamento, estou com o Zeca.

AG

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2593
  • NSTALGIA
Re: RDP África
« Responder #26 em: Janeiro 21, 2021, 02:52:07 pm »
É melhor a RDP África do que a situação que se verifica desde 1990.

Agora, a ser lançada uma rádio estatal naquela frequência, devia a meu ver um projecto de informação, com horas de emissão regional, e de desporto.

AG

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2593
  • NSTALGIA
Re: RDP África
« Responder #27 em: Janeiro 21, 2021, 04:42:33 pm »
Finalmente confirma-se: RDP África no Porto nos 91,5 MHz. Veremos qual a potência atribuída.

https://visao.sapo.pt/atualidade/cultura/2021-01-19-rdp-africa-passa-a-estar-disponivel-no-norte-atraves-da-frequencia-915-mhz/

Eu apontaria para algo entre os 2 e os 3 Kw.
Lisboa tem 4 kW, talvez decidam o mesmo para o Porto.
Não me parece, e por uma razão simples: o alvará inicial de Lisboa era 5Kw, o alvará inicial do Porto era 3Kw. Portanto não acredito que vão para mais que os 3Kw, e no Monte da Virgem 3Kw vão dar uma boa cobertura, basta ver por exemplo os 2Kw da Nova Era.
Estive a pesquisar e a potencia atribuída foi de 2kW, a segunda mais alta. 98,9 com 5kW, e as restantes três (90,0, 94,7 e 95,5) com 1kW.

Em Lisboa estás certo, 5 kW; 89,5 com 2kW e as restantes com 1kW (90,4, 91,6, 92,4 e 96,6).
As potências da M80 deverá ser a 5kW, as dos 94.7?, e 95.5, mas não sei se a festival 94.8 se ainda tem os 5kW ou menos do que 5kW. Claro que a Placard tem 1 kW.
Penso que todas as frequências do Porto (tal como as de Lisboa e os 98,4 de Coimbra) foram autorizadas a aumentar para 5kW, em meados dos anos 90. Incluo aqui a da Placard, cuja licença foi revogada pela AACS (agora ERC) em 2002.

Actualmente estes 95,5 da Placard/Record Porto são relativos a Gaia, tem a potência de 2kW. Antes disso essa frequência esteve em 100,8, depois 102,0 e finalmente 102,1.

A Festival mudou de frequência dos 94,7 para 94,8.
« Última modificação: Janeiro 22, 2021, 05:22:23 pm por AG »

Zeca 2021

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1025
Re: RDP África
« Responder #28 em: Janeiro 21, 2021, 05:06:46 pm »
Interessante como a chegada da RDP África ao Porto levanta questões racistas/xenófobas em alguns comentários aqui escritos.
Isso diz tudo sobre as pessoas que os escreveram e sobre este fórum onde não se pode falar de política mas pode-se publicar comentários como por exemplo os que o "recém assumido" Zeca escreveu.
Quanto ao assunto, mais uma vez Nuno Artur Silva a fazer o que ninguém fez durante décadas. Colocar a RDP África a emitir no Porto.
Tal como duplicou a oferta dos canais da RTP na TDT de 2 (RTP 1 e RTP 2) para 4 canais passando a incluir a RTP 3 e a RTP Memória.
Tal como se prepara de novo para colocar mais 2 canais do serviço público na TDT, RTP África e Canal do Conhecimento.
Nuno Artur Silva é o responsável por triplicar a oferta do serviço público de televisão gratuitamente disponível na TDT.
Ninguém em Portugal, repito, ninguém fez tanto pela oferta de canais de televisão do serviço público aos cidadãos.

Resta saber se por oferta que seja útil aos interesses dos cidadãos. Porque a RDP África no Porto servirá talvez 0.01% da população e será mais um fator de curiosidade para os públicos nortenhos escutarem uma música que não é a habitual deles, que propriamente um integrador cultural potente para uma população alegadamente discriminada.. que nem sequer ouve a RDP África, como as audiências provam.

Agora corrupções culturais é que não e daí também a minha citação direta. Colocar o funaná no Bolhão? O funaná?? Dá vontade de perguntar se o Nuno Artur Silva alguma vez foi ao Bolhão. Ainda se fosse uma morna, fazia bom ambiente e epá sim senhor, até podia abrir a porta a outros estilos do género. Como dizia um certo cozinheiro da RTP2, ia ser lindo lindo lindo. Mas o funaná? Para coisas sem pés nem cabeça que perderam 90% da identidade original já temos Lisboa e Sintra, não precisamos de mais exemplos no país, obrigado.

Não se queira corromper uma região com 900 anos de história que é a génese de Portugal com afirmações deste tipo vindas de gente (do NAS) que, inequivocamente, desconhece a realidade local e regional.

Além disso, achei a frase orelhuda e gostei, daí a minha citação.

Elementos culturais à parte: é excelente para a RTP este alargamento de influência. Para os cidadãos há mais oferta e até admito que às vezes escutava a RDP África em Lisboa só para dar uma volta ao texto e desenjoar da música habitual. Mas no Porto vai ser tão coerente como uma mancha de petróleo no Golfo.

Aqui, lamento, estou com o Zeca.

Até racista me chamaram apenas porque resumi um simples estudo sociológico da região.
Quem nunca saiu de Lisboa, deve achar qua realidade portuense, nomeadamente nos arredores e bairros sociais do Porto são iguais aos de Lisboa.
Completamente diferentes.
No Porto a dita musica Pimba tem grande implementação, tal como o Hip PoP nos mais novos.
Enfim, comentários ridículos.

Finalmente, algo em que pensamos igual. Já não é mau.

augusto neto

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 130
Re: RDP África
« Responder #29 em: Janeiro 21, 2021, 05:32:03 pm »
Interessante como a chegada da RDP África ao Porto levanta questões racistas/xenófobas em alguns comentários aqui escritos.
Isso diz tudo sobre as pessoas que os escreveram e sobre este fórum onde não se pode falar de política mas pode-se publicar comentários como por exemplo os que o "recém assumido" Zeca escreveu.
Quanto ao assunto, mais uma vez Nuno Artur Silva a fazer o que ninguém fez durante décadas. Colocar a RDP África a emitir no Porto.
Tal como duplicou a oferta dos canais da RTP na TDT de 2 (RTP 1 e RTP 2) para 4 canais passando a incluir a RTP 3 e a RTP Memória.
Tal como se prepara de novo para colocar mais 2 canais do serviço público na TDT, RTP África e Canal do Conhecimento.
Nuno Artur Silva é o responsável por triplicar a oferta do serviço público de televisão gratuitamente disponível na TDT.
Ninguém em Portugal, repito, ninguém fez tanto pela oferta de canais de televisão do serviço público aos cidadãos.

Resta saber se por oferta que seja útil aos interesses dos cidadãos. Porque a RDP África no Porto servirá talvez 0.01% da população e será mais um fator de curiosidade para os públicos nortenhos escutarem uma música que não é a habitual deles, que propriamente um integrador cultural potente para uma população alegadamente discriminada.. que nem sequer ouve a RDP África, como as audiências provam.

Agora corrupções culturais é que não e daí também a minha citação direta. Colocar o funaná no Bolhão? O funaná?? Dá vontade de perguntar se o Nuno Artur Silva alguma vez foi ao Bolhão. Ainda se fosse uma morna, fazia bom ambiente e epá sim senhor, até podia abrir a porta a outros estilos do género. Como dizia um certo cozinheiro da RTP2, ia ser lindo lindo lindo. Mas o funaná? Para coisas sem pés nem cabeça que perderam 90% da identidade original já temos Lisboa e Sintra, não precisamos de mais exemplos no país, obrigado.

Não se queira corromper uma região com 900 anos de história que é a génese de Portugal com afirmações deste tipo vindas de gente (do NAS) que, inequivocamente, desconhece a realidade local e regional.

Além disso, achei a frase orelhuda e gostei, daí a minha citação.

Elementos culturais à parte: é excelente para a RTP este alargamento de influência. Para os cidadãos há mais oferta e até admito que às vezes escutava a RDP África em Lisboa só para dar uma volta ao texto e desenjoar da música habitual. Mas no Porto vai ser tão coerente como uma mancha de petróleo no Golfo.

Aqui, lamento, estou com o Zeca.

PRIMEIRO 0.01% da população do Porto tendo em conta que têm cerca de 215300 habitantes daria cerca de 21 ouvintes. Se aumentarmos os números para a Área Metropolitana os seus argumentos ficam ainda mais ridículos baseados em contas de mercearia e de quem não sabe matemática e demografia!

SEGUNDO É natural que não sabendo matemática não saiba também história. Que região tem 900 anos de história? Que génese de Portugal? Portugal como independente tem 877 anos. A presença árabe na península tem 781 anos. Quando o reino de Portugal foi fundado a maior parte do futuro país era árabe nomeadamente Ribatejo, grande parte da Estremadura, todo o Alentejo e Algarve. Corromper uma região? O nacionalismo/xenofobia a vir ao de cima. Olhe fique-se só com mais este pedaço de história da rádio em Portugal. Quase todos os profissionais que fundaram a TSF Rádio Jornal eram de Angola e foram todos formados ou nos Rádios Club de Huíla, Huambo e Benguela ou na Rádio Comercial de Angola.

TERCEIRO Uma mancha de petróleo? A sério que não lhe ocorreu uma expressão menos racista para se referir à RDP África? Eu já nem peço à administração do Fórum para correr com comentários racistas daqui para fora porque isto é um Fórum maioritariamente de direita e pouco democrática, mas os seu ouvintes lá na rádio onde trabalha sabem que o Tiago vem para aqui com comentários racistas/nacionalistas?

Quanto ao "estudo sociológico" do Zeca publique lá a ligação para esse "grande estudo" porque eu quero lê-lo de alto a baixo.
Ou se calhar esse "Estudo Sociológico" é tão real como o seu "não racismo".