Autor Tópico: Rádio em Portugal - conteúdos musicais  (Lida 23483 vezes)

Atento

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5723
Re: Rádios em Portugal-conteúdos musicais
« Responder #75 em: Outubro 10, 2016, 09:52:14 pm »
Leia melhor o que escrevi, Zeca...

E defendo também o regresso das emissões regionais, com 4 horas de emissão a partir do Porto, Coimbra, Lisboa e Faro, na hipotética Antena 4, em substituição da RDP África nas frequências FM de Portugal, e na OM da Antena 1.

Peço desculpa, li de facto muito mal.
Acho que a RDP não precisa de mais canais.
O que a Antena 1 precisava era precisamente essa sua sugestão que dá para a Antena 4, regressando àquilo que acontecia em finais dos anos 90, com emissão a partir de Lx,Porto,Faro e Coimbra de âmbito nacional.

Discordo. Repetir os inenarráveis desdobramentos entre 1997 e 2002 é que não. Aquilo não era nada. Era mediocridade ao quadrado.

ZECA

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 209
Re: Rádios em Portugal-conteúdos musicais
« Responder #76 em: Outubro 11, 2016, 12:02:39 pm »
Leia melhor o que escrevi, Zeca...

E defendo também o regresso das emissões regionais, com 4 horas de emissão a partir do Porto, Coimbra, Lisboa e Faro, na hipotética Antena 4, em substituição da RDP África nas frequências FM de Portugal, e na OM da Antena 1.

Peço desculpa, li de facto muito mal.
Acho que a RDP não precisa de mais canais.
O que a Antena 1 precisava era precisamente essa sua sugestão que dá para a Antena 4, regressando àquilo que acontecia em finais dos anos 90, com emissão a partir de Lx,Porto,Faro e Coimbra de âmbito nacional.

Discordo. Repetir os inenarráveis desdobramentos entre 1997 e 2002 é que não. Aquilo não era nada. Era mediocridade ao quadrado.
Eu não disse fazer desdobramento. O que eu disse foi fazer regressar à emissão nacional os estúdios da RDP Porto,  Coimbra e Faro com âmbito nacional. Ou seja,  dividir as 24 diárias por essas zonas do país,  retirando de Lisboa a totalidade ou quase totalidade de emissão que acontece agora.

Atento

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5723
Re: Rádios em Portugal-conteúdos musicais
« Responder #77 em: Outubro 11, 2016, 12:49:44 pm »
Leia melhor o que escrevi, Zeca...

E defendo também o regresso das emissões regionais, com 4 horas de emissão a partir do Porto, Coimbra, Lisboa e Faro, na hipotética Antena 4, em substituição da RDP África nas frequências FM de Portugal, e na OM da Antena 1.

Peço desculpa, li de facto muito mal.
Acho que a RDP não precisa de mais canais.
O que a Antena 1 precisava era precisamente essa sua sugestão que dá para a Antena 4, regressando àquilo que acontecia em finais dos anos 90, com emissão a partir de Lx,Porto,Faro e Coimbra de âmbito nacional.

Discordo. Repetir os inenarráveis desdobramentos entre 1997 e 2002 é que não. Aquilo não era nada. Era mediocridade ao quadrado.
Eu não disse fazer desdobramento. O que eu disse foi fazer regressar à emissão nacional os estúdios da RDP Porto,  Coimbra e Faro com âmbito nacional. Ou seja,  dividir as 24 diárias por essas zonas do país,  retirando de Lisboa a totalidade ou quase totalidade de emissão que acontece agora.

Na antena1 há programas feitos fora de Lisboa, a saber:

Gaia/Porto

Antena Aberta de segunda a sexta entre as onze e o meio dia;

Portugal em Direto - 13:00- 14:00;

Noticiário Nacional: durante os últimos anos de segunda a sexta: 11:00, 12:00, 13:00, 14:00, 15:00, com Miguel Soares e a redação do Porto;

Em abril, há alterações de turnos e a antena1 decide que os Noticiários entre as 07:00 e as 10:00 são editados por Miguel Soares a partir do Porto, passando Nuno Rodrigues, titular da manhã, para o turno compreendido entre as 16:00 e as 20:00;

Coincidência ou não, estas alterações trouxeram dissabores em termos de audiência, descendo a antena1quase 1%, face à vaga anterior.

Neste momento, desde setembro, os noticiários da Manhã 1 passaram para Lisboa, transitoriamente, com edição de Mário Rui Cardoso. Veremos o que vem a seguir...

Há turnos na informação, durante o fim de semana, feitos a partir do Porto, tendo como editores Eduarda Maio, Cláudia Costa, Frederico Moreno, Miguel Bastos.

Cinemax - magazine de cinema às quintas feiras entre as 23:00. e as 00:00, com Tiago Alves.

Ponto de Partida - programa sobre ciência da responsabilidade de Eduarda Maio, às terças-feiras entre as 19:00. e as 20:00.

Grandes Adeptos - Tiago Alves, às segudas, entre as 19:00 e as 20:00.

Edições de desporto de segunda a sexta com Fernando Eurico ou Pedro Ferreira.


Coimbra:

Ao fim de semana, por vezes,os noticiários, entre as 20:00 e a uma da manhã, são editados a partir de Coimbra com Carolina Ferreira e Álvaro Coimbra.

Na época dos desdobramentos inenarráveis nunca houve nada disto.

:::::::::::::::::::::::::::::::::

O que pode ser ouvido hoje no Ponto de Partida na antena1 a partir das 19:00:


https://m.youtube.com/watch?feature=youtu.be&v=INUfe87VUTE



« Última modificação: Outubro 11, 2016, 02:09:08 pm por Atento »

ZECA

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 209
Re: Rádios em Portugal-conteúdos musicais
« Responder #78 em: Outubro 11, 2016, 06:34:02 pm »
Leia melhor o que escrevi, Zeca...

E defendo também o regresso das emissões regionais, com 4 horas de emissão a partir do Porto, Coimbra, Lisboa e Faro, na hipotética Antena 4, em substituição da RDP África nas frequências FM de Portugal, e na OM da Antena 1.

Peço desculpa, li de facto muito mal.
Acho que a RDP não precisa de mais canais.
O que a Antena 1 precisava era precisamente essa sua sugestão que dá para a Antena 4, regressando àquilo que acontecia em finais dos anos 90, com emissão a partir de Lx,Porto,Faro e Coimbra de âmbito nacional.

Discordo. Repetir os inenarráveis desdobramentos entre 1997 e 2002 é que não. Aquilo não era nada. Era mediocridade ao quadrado.
Eu não disse fazer desdobramento. O que eu disse foi fazer regressar à emissão nacional os estúdios da RDP Porto,  Coimbra e Faro com âmbito nacional. Ou seja,  dividir as 24 diárias por essas zonas do país,  retirando de Lisboa a totalidade ou quase totalidade de emissão que acontece agora.

Na antena1 há programas feitos fora de Lisboa, a saber:

Gaia/Porto

Antena Aberta de segunda a sexta entre as onze e o meio dia;

Portugal em Direto - 13:00- 14:00;

Noticiário Nacional: durante os últimos anos de segunda a sexta: 11:00, 12:00, 13:00, 14:00, 15:00, com Miguel Soares e a redação do Porto;

Em abril, há alterações de turnos e a antena1 decide que os Noticiários entre as 07:00 e as 10:00 são editados por Miguel Soares a partir do Porto, passando Nuno Rodrigues, titular da manhã, para o turno compreendido entre as 16:00 e as 20:00;

Coincidência ou não, estas alterações trouxeram dissabores em termos de audiência, descendo a antena1quase 1%, face à vaga anterior.

Neste momento, desde setembro, os noticiários da Manhã 1 passaram para Lisboa, transitoriamente, com edição de Mário Rui Cardoso. Veremos o que vem a seguir...

Há turnos na informação, durante o fim de semana, feitos a partir do Porto, tendo como editores Eduarda Maio, Cláudia Costa, Frederico Moreno, Miguel Bastos.

Cinemax - magazine de cinema às quintas feiras entre as 23:00. e as 00:00, com Tiago Alves.

Ponto de Partida - programa sobre ciência da responsabilidade de Eduarda Maio, às terças-feiras entre as 19:00. e as 20:00.

Grandes Adeptos - Tiago Alves, às segudas, entre as 19:00 e as 20:00.

Edições de desporto de segunda a sexta com Fernando Eurico ou Pedro Ferreira.


Coimbra:

Ao fim de semana, por vezes,os noticiários, entre as 20:00 e a uma da manhã, são editados a partir de Coimbra com Carolina Ferreira e Álvaro Coimbra.

Na época dos desdobramentos inenarráveis nunca houve nada disto.

:::::::::::::::::::::::::::::::::

O que pode ser ouvido hoje no Ponto de Partida na antena1 a partir das 19:00:


https://m.youtube.com/watch?feature=youtu.be&v=INUfe87VUTE

Vamos lá ser intelectualmente honestos.
Antena Aberta agora tem 45 minutos de duração.
Meia dúzia de noticiários por semana, um ou outro Antena 1  desporto, um programa dos Grandes Adeptos uma vez por semana,  e duas ou três rubricas desde o Porto com duração de 5 minutos,   somando tudo,  dá sensivelmente 1 hora por dia desde o Porto. O dia tem 24 horas,  a semana 7 dias. É preciso fazer algum comentário?
O Porto representa menos de 5% em toda a Antena 1 e no universo RDP,  menos de 1%. Fico espantado com essa descrição toda,  pois quem lê até parece que os 2% representam 98%.

Atento

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5723
Re: Rádios em Portugal-conteúdos musicais
« Responder #79 em: Outubro 11, 2016, 07:27:25 pm »
Leia melhor o que escrevi, Zeca...

E defendo também o regresso das emissões regionais, com 4 horas de emissão a partir do Porto, Coimbra, Lisboa e Faro, na hipotética Antena 4, em substituição da RDP África nas frequências FM de Portugal, e na OM da Antena 1.

Peço desculpa, li de facto muito mal.
Acho que a RDP não precisa de mais canais.
O que a Antena 1 precisava era precisamente essa sua sugestão que dá para a Antena 4, regressando àquilo que acontecia em finais dos anos 90, com emissão a partir de Lx,Porto,Faro e Coimbra de âmbito nacional.

Discordo. Repetir os inenarráveis desdobramentos entre 1997 e 2002 é que não. Aquilo não era nada. Era mediocridade ao quadrado.
Eu não disse fazer desdobramento. O que eu disse foi fazer regressar à emissão nacional os estúdios da RDP Porto,  Coimbra e Faro com âmbito nacional. Ou seja,  dividir as 24 diárias por essas zonas do país,  retirando de Lisboa a totalidade ou quase totalidade de emissão que acontece agora.

Na antena1 há programas feitos fora de Lisboa, a saber:

Gaia/Porto

Antena Aberta de segunda a sexta entre as onze e o meio dia;

Portugal em Direto - 13:00- 14:00;

Noticiário Nacional: durante os últimos anos de segunda a sexta: 11:00, 12:00, 13:00, 14:00, 15:00, com Miguel Soares e a redação do Porto;

Em abril, há alterações de turnos e a antena1 decide que os Noticiários entre as 07:00 e as 10:00 são editados por Miguel Soares a partir do Porto, passando Nuno Rodrigues, titular da manhã, para o turno compreendido entre as 16:00 e as 20:00;

Coincidência ou não, estas alterações trouxeram dissabores em termos de audiência, descendo a antena1quase 1%, face à vaga anterior.

Neste momento, desde setembro, os noticiários da Manhã 1 passaram para Lisboa, transitoriamente, com edição de Mário Rui Cardoso. Veremos o que vem a seguir...

Há turnos na informação, durante o fim de semana, feitos a partir do Porto, tendo como editores Eduarda Maio, Cláudia Costa, Frederico Moreno, Miguel Bastos.

Cinemax - magazine de cinema às quintas feiras entre as 23:00. e as 00:00, com Tiago Alves.

Ponto de Partida - programa sobre ciência da responsabilidade de Eduarda Maio, às terças-feiras entre as 19:00. e as 20:00.

Grandes Adeptos - Tiago Alves, às segudas, entre as 19:00 e as 20:00.

Edições de desporto de segunda a sexta com Fernando Eurico ou Pedro Ferreira.


Coimbra:

Ao fim de semana, por vezes,os noticiários, entre as 20:00 e a uma da manhã, são editados a partir de Coimbra com Carolina Ferreira e Álvaro Coimbra.

Na época dos desdobramentos inenarráveis nunca houve nada disto.

:::::::::::::::::::::::::::::::::

O que pode ser ouvido hoje no Ponto de Partida na antena1 a partir das 19:00:


https://m.youtube.com/watch?feature=youtu.be&v=INUfe87VUTE

Vamos lá ser intelectualmente honestos.
Antena Aberta agora tem 45 minutos de duração.
Meia dúzia de noticiários por semana, um ou outro Antena 1  desporto, um programa dos Grandes Adeptos uma vez por semana,  e duas ou três rubricas desde o Porto com duração de 5 minutos,   somando tudo,  dá sensivelmente 1 hora por dia desde o Porto. O dia tem 24 horas,  a semana 7 dias. É preciso fazer algum comentário?
O Porto representa menos de 5% em toda a Antena 1 e no universo RDP,  menos de 1%. Fico espantado com essa descrição toda,  pois quem lê até parece que os 2% representam 98%.

Faltou ainda acrescentar o programa Bairro Latino de João Gobern.

A antena1 Porto tem mais protagonismo nos últimos anos do que no tempo dos inenarráveis desdobramentos. É um facto indesmentível.

Estes períodos de conteúdo de palavra têm mais relevância do que 6 horas diárias a partir do Porto com conteúdos marcadamente musicais.

ZECA

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 209
Re: Rádios em Portugal-conteúdos musicais
« Responder #80 em: Outubro 11, 2016, 07:47:48 pm »
Leia melhor o que escrevi, Zeca...

E defendo também o regresso das emissões regionais, com 4 horas de emissão a partir do Porto, Coimbra, Lisboa e Faro, na hipotética Antena 4, em substituição da RDP África nas frequências FM de Portugal, e na OM da Antena 1.

Peço desculpa, li de facto muito mal.
Acho que a RDP não precisa de mais canais.
O que a Antena 1 precisava era precisamente essa sua sugestão que dá para a Antena 4, regressando àquilo que acontecia em finais dos anos 90, com emissão a partir de Lx,Porto,Faro e Coimbra de âmbito nacional.

Discordo. Repetir os inenarráveis desdobramentos entre 1997 e 2002 é que não. Aquilo não era nada. Era mediocridade ao quadrado.
Eu não disse fazer desdobramento. O que eu disse foi fazer regressar à emissão nacional os estúdios da RDP Porto,  Coimbra e Faro com âmbito nacional. Ou seja,  dividir as 24 diárias por essas zonas do país,  retirando de Lisboa a totalidade ou quase totalidade de emissão que acontece agora.

Na antena1 há programas feitos fora de Lisboa, a saber:

Gaia/Porto

Antena Aberta de segunda a sexta entre as onze e o meio dia;

Portugal em Direto - 13:00- 14:00;

Noticiário Nacional: durante os últimos anos de segunda a sexta: 11:00, 12:00, 13:00, 14:00, 15:00, com Miguel Soares e a redação do Porto;

Em abril, há alterações de turnos e a antena1 decide que os Noticiários entre as 07:00 e as 10:00 são editados por Miguel Soares a partir do Porto, passando Nuno Rodrigues, titular da manhã, para o turno compreendido entre as 16:00 e as 20:00;

Coincidência ou não, estas alterações trouxeram dissabores em termos de audiência, descendo a antena1quase 1%, face à vaga anterior.

Neste momento, desde setembro, os noticiários da Manhã 1 passaram para Lisboa, transitoriamente, com edição de Mário Rui Cardoso. Veremos o que vem a seguir...

Há turnos na informação, durante o fim de semana, feitos a partir do Porto, tendo como editores Eduarda Maio, Cláudia Costa, Frederico Moreno, Miguel Bastos.

Cinemax - magazine de cinema às quintas feiras entre as 23:00. e as 00:00, com Tiago Alves.

Ponto de Partida - programa sobre ciência da responsabilidade de Eduarda Maio, às terças-feiras entre as 19:00. e as 20:00.

Grandes Adeptos - Tiago Alves, às segudas, entre as 19:00 e as 20:00.

Edições de desporto de segunda a sexta com Fernando Eurico ou Pedro Ferreira.


Coimbra:

Ao fim de semana, por vezes,os noticiários, entre as 20:00 e a uma da manhã, são editados a partir de Coimbra com Carolina Ferreira e Álvaro Coimbra.

Na época dos desdobramentos inenarráveis nunca houve nada disto.

:::::::::::::::::::::::::::::::::

O que pode ser ouvido hoje no Ponto de Partida na antena1 a partir das 19:00:


https://m.youtube.com/watch?feature=youtu.be&v=INUfe87VUTE

Vamos lá ser intelectualmente honestos.
Antena Aberta agora tem 45 minutos de duração.
Meia dúzia de noticiários por semana, um ou outro Antena 1  desporto, um programa dos Grandes Adeptos uma vez por semana,  e duas ou três rubricas desde o Porto com duração de 5 minutos,   somando tudo,  dá sensivelmente 1 hora por dia desde o Porto. O dia tem 24 horas,  a semana 7 dias. É preciso fazer algum comentário?
O Porto representa menos de 5% em toda a Antena 1 e no universo RDP,  menos de 1%. Fico espantado com essa descrição toda,  pois quem lê até parece que os 2% representam 98%.

Faltou ainda acrescentar o programa Bairro Latino de João Gobern.

A antena1 Porto tem mais protagonismo nos últimos anos do que no tempo dos inenarráveis desdobramentos. É um facto indesmentível.

Estes períodos de conteúdo de palavra têm mais relevância do que 6 horas diárias a partir do Porto com conteúdos marcadamente musicais.

O protagonismo é dado onde a emissão é feita. Há certas esmolas que é gozar com o pobre. E que tal a RDP inverter esse protagonismo?  O Porto oferece esse leque extenso de programas e de rubricas que enunciou e Lisboa oferece os 98% da emissão que possui..
Queria ver o que o Atento ia chamar ao protagonismo de Lisboa ..

Atento

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5723
Re: Rádios em Portugal-conteúdos musicais
« Responder #81 em: Outubro 11, 2016, 08:43:45 pm »
Leia melhor o que escrevi, Zeca...

E defendo também o regresso das emissões regionais, com 4 horas de emissão a partir do Porto, Coimbra, Lisboa e Faro, na hipotética Antena 4, em substituição da RDP África nas frequências FM de Portugal, e na OM da Antena 1.

Peço desculpa, li de facto muito mal.
Acho que a RDP não precisa de mais canais.
O que a Antena 1 precisava era precisamente essa sua sugestão que dá para a Antena 4, regressando àquilo que acontecia em finais dos anos 90, com emissão a partir de Lx,Porto,Faro e Coimbra de âmbito nacional.

Discordo. Repetir os inenarráveis desdobramentos entre 1997 e 2002 é que não. Aquilo não era nada. Era mediocridade ao quadrado.
Eu não disse fazer desdobramento. O que eu disse foi fazer regressar à emissão nacional os estúdios da RDP Porto,  Coimbra e Faro com âmbito nacional. Ou seja,  dividir as 24 diárias por essas zonas do país,  retirando de Lisboa a totalidade ou quase totalidade de emissão que acontece agora.

Na antena1 há programas feitos fora de Lisboa, a saber:

Gaia/Porto

Antena Aberta de segunda a sexta entre as onze e o meio dia;

Portugal em Direto - 13:00- 14:00;

Noticiário Nacional: durante os últimos anos de segunda a sexta: 11:00, 12:00, 13:00, 14:00, 15:00, com Miguel Soares e a redação do Porto;

Em abril, há alterações de turnos e a antena1 decide que os Noticiários entre as 07:00 e as 10:00 são editados por Miguel Soares a partir do Porto, passando Nuno Rodrigues, titular da manhã, para o turno compreendido entre as 16:00 e as 20:00;

Coincidência ou não, estas alterações trouxeram dissabores em termos de audiência, descendo a antena1quase 1%, face à vaga anterior.

Neste momento, desde setembro, os noticiários da Manhã 1 passaram para Lisboa, transitoriamente, com edição de Mário Rui Cardoso. Veremos o que vem a seguir...

Há turnos na informação, durante o fim de semana, feitos a partir do Porto, tendo como editores Eduarda Maio, Cláudia Costa, Frederico Moreno, Miguel Bastos.

Cinemax - magazine de cinema às quintas feiras entre as 23:00. e as 00:00, com Tiago Alves.

Ponto de Partida - programa sobre ciência da responsabilidade de Eduarda Maio, às terças-feiras entre as 19:00. e as 20:00.

Grandes Adeptos - Tiago Alves, às segudas, entre as 19:00 e as 20:00.

Edições de desporto de segunda a sexta com Fernando Eurico ou Pedro Ferreira.


Coimbra:

Ao fim de semana, por vezes,os noticiários, entre as 20:00 e a uma da manhã, são editados a partir de Coimbra com Carolina Ferreira e Álvaro Coimbra.

Na época dos desdobramentos inenarráveis nunca houve nada disto.

:::::::::::::::::::::::::::::::::

O que pode ser ouvido hoje no Ponto de Partida na antena1 a partir das 19:00:


https://m.youtube.com/watch?feature=youtu.be&v=INUfe87VUTE

Vamos lá ser intelectualmente honestos.
Antena Aberta agora tem 45 minutos de duração.
Meia dúzia de noticiários por semana, um ou outro Antena 1  desporto, um programa dos Grandes Adeptos uma vez por semana,  e duas ou três rubricas desde o Porto com duração de 5 minutos,   somando tudo,  dá sensivelmente 1 hora por dia desde o Porto. O dia tem 24 horas,  a semana 7 dias. É preciso fazer algum comentário?
O Porto representa menos de 5% em toda a Antena 1 e no universo RDP,  menos de 1%. Fico espantado com essa descrição toda,  pois quem lê até parece que os 2% representam 98%.

Faltou ainda acrescentar o programa Bairro Latino de João Gobern.

A antena1 Porto tem mais protagonismo nos últimos anos do que no tempo dos inenarráveis desdobramentos. É um facto indesmentível.

Estes períodos de conteúdo de palavra têm mais relevância do que 6 horas diárias a partir do Porto com conteúdos marcadamente musicais.

O protagonismo é dado onde a emissão é feita. Há certas esmolas que é gozar com o pobre. E que tal a RDP inverter esse protagonismo?  O Porto oferece esse leque extenso de programas e de rubricas que enunciou e Lisboa oferece os 98% da emissão que possui..
Queria ver o que o Atento ia chamar ao protagonismo de Lisboa ..

A RTP não é só rádio. A RTP tv transmite mais de 10 horas diárias em direto a partir de Porto/Gaia.

O Grupo RTVE em Espanha não transmite nenhum programa relevante a partir de Barcelona. Nenhum.
« Última modificação: Outubro 11, 2016, 08:48:10 pm por Atento »