Autor Tópico: Rádio Observador  (Lida 265793 vezes)

O Bigode do Sala

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 680
Re: Rádio Observador
« Responder #2655 em: Maio 20, 2024, 03:57:09 pm »
Absolutamente condenável!!!!

https://www.jn.pt/6732680452/fachada-do-jornal-observador-vandalizada-em-lisboa/

Se não gostam, não oiçam ou leiam!
É absolutamente vil qualquer ataque a um órgão de comunicação social. Infelizmente, estamos paulatinamente a estreitar os limites para a liberdade colectiva, tornando as sociedades cada vez mais extremistas e intransigentes com o próximo.

O meu voto de solidariedade para com o Observador e de repúdio para qualquer forma de vandalismo e extremismo, seja ele de Esquerda ou de Direita!
« Última modificação: Maio 20, 2024, 03:58:44 pm por O Bigode do Sala »
«O que acontece no Mundo é que toda a gente que nasce, nasce de alguma maneira poeta! Inventor de algo que não havia no Mundo antes de eles nascerem!
E inteiramente individual: cada um poeta que é!»

Agostinho da Silva

pdnf

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5225
  • Foi a Rádio que fez Abril!
Re: Rádio Observador
« Responder #2656 em: Maio 20, 2024, 04:36:15 pm »
Absolutamente condenável!!!!

https://www.jn.pt/6732680452/fachada-do-jornal-observador-vandalizada-em-lisboa/

Se não gostam, não oiçam ou leiam!
É absolutamente vil qualquer ataque a um órgão de comunicação social. Infelizmente, estamos paulatinamente a estreitar os limites para a liberdade colectiva, tornando as sociedades cada vez mais extremistas e intransigentes com o próximo.

O meu voto de solidariedade para com o Observador e de repúdio para qualquer forma de vandalismo e extremismo, seja ele de Esquerda ou de Direita!

Aqui, as declarações do próprio OCS:
https://observador.pt/2024/05/20/fachada-do-edificio-do-observador-foi-vandalizada-ja-foi-apresentada-queixa-a-psp/?utm_medium=Social&utm_source=Twitter#Echobox=1716206466

Subscrevo inteiramente o que refere o BdS: entrei, uma vez mais no X nos últimos dias, o ambiente está extremamente polarizado, fica difícil sentirmo-nos no centro. E mais tóxico que o Instagram... 😂😂😂
Rádio é:
Ir ao fim da Rua, a ligar Portugal, aconteça o que acontecer.
Mais música nova para sentir (e decidir).
Estar no carro, em casa, em todo o lado, só se quiseres.
Saber que se a vida tem uma música, ela passa-a.
É a arte que toca, mais do que música...PESSOAS. Ah, and all that "unique" soul.

ruicleto

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 653
Re: Rádio Observador
« Responder #2657 em: Maio 20, 2024, 07:33:18 pm »
Para os mais distraídos, o sítio na internet "Radialistas de Viseu" anuncia que a Emissora das Beiras foi vendida à Rádio Observador.

Zeca 2021

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1026
Re: Rádio Observador
« Responder #2658 em: Maio 20, 2024, 08:35:52 pm »
Para os mais distraídos, o sítio na internet "Radialistas de Viseu" anuncia que a Emissora das Beiras foi vendida à Rádio Observador.

Mais uma local a desaparecer, até á extinção final de todas as rádios locais.
Nada como espalhar a voz de de Lisboa em dezenas e dezenas de rádios pelo país inteiro.

estvmkt

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2162
Re: Rádio Observador
« Responder #2659 em: Maio 20, 2024, 09:43:26 pm »
O Zeca,uma rádio que marca a diferença merece ser ouvida em território nacional. Se fosse um leitor mp3 ok,mas falamos numa rádio de palavra. O Zeca tenha mais paciência e fique mais informado na Observador. Quando emitir para Viseu la terei que trocar a RFM pela Observador.
Só peço que a CMR também chegue a Viseu.
O interior merece igualdade de oportunidades que o litoral e Viseu neste momento tem estrutura de cidade do litoral.
Horas de ponta,bem caóticas isto no pos pandemia.
Movimenta um enorme fluxo de pessoas. Tem um dos maiores shoppings do país. A nivel de lojas este está a reorganizar e trouxe já KFC e brevemente a Primark. A nivel de supermercados tem algo que nem Coimbra e Aveiro teem. Vai ter Coimbra a seguir a Viseu: ter Continente, Pingo Doce,Lidl,Aldi,Mini preço,Auchan e Mercadona. Aveiro não tem Aldi e Coimbra aguarda Mercadona.
Ou seja,Viseu só lhe falta uma universidade pública para ser mais atractiva. Ao contrário da Guarda muito parada e com potencial para mais. Viseu falta ter mais indústrias no concelho. Mas a nível de crescimento cresceu a olhos vistos. O Ruicleto pode o confirmar. Repeses,Ranhados (ao pé do Palácio do Gelo),Marzovelos,Gumiraes,Travassos de Cima.

pdnf

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5225
  • Foi a Rádio que fez Abril!
Re: Rádio Observador
« Responder #2660 em: Maio 20, 2024, 10:08:49 pm »
Para os mais distraídos, o sítio na internet "Radialistas de Viseu" anuncia que a Emissora das Beiras foi vendida à Rádio Observador.

Mais uma local a desaparecer, até á extinção final de todas as rádios locais.
Nada como espalhar a voz de de Lisboa em dezenas e dezenas de rádios pelo país inteiro.

Zeca, ninguém nacionalizou a Emissora das Beiras, nem certamente dos familiares do Sr. Rosa lhe encostar uma pistola para vender a rádio. Esta estação, no último ano, deu cerca de 2700€ de prejuízo, tem despesas de 67.000€/ano, os rendimentos são inferiores. Pede quotizações, provavelemente, força da pirâmide etária, vê o seu auditório diminuir. Obviamente que é uma perda, estamos a falar de uma rádio que tem apenas menos um ano do que a Rádio Renascença, deverá ser a emissora privada de caráter empresarial, mais antiga do país. Agora, seria sustentável? Duvido. Por muito que o prejuízo seja pequeno, não estou a ver que os acionistas, que são uma família, pessoas singulares, tenham interesse em fazer reforços de capital.
O Zeca não se engana muito quando refere que o modelo das locais, datado no tempo, está condenado a desparecer. Veja quantas destas se ouvem cada vez pior no FM. Porque será? Ou não têm dinheiro para investimento nos emissores, ou estão a diminuir potências para poupar na eletricidade.
Rádio é:
Ir ao fim da Rua, a ligar Portugal, aconteça o que acontecer.
Mais música nova para sentir (e decidir).
Estar no carro, em casa, em todo o lado, só se quiseres.
Saber que se a vida tem uma música, ela passa-a.
É a arte que toca, mais do que música...PESSOAS. Ah, and all that "unique" soul.

SamM

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 389
Re: Rádio Observador
« Responder #2661 em: Maio 20, 2024, 10:52:43 pm »
Para os mais distraídos, o sítio na internet "Radialistas de Viseu" anuncia que a Emissora das Beiras foi vendida à Rádio Observador.

Mais uma local a desaparecer, até á extinção final de todas as rádios locais.
Nada como espalhar a voz de de Lisboa em dezenas e dezenas de rádios pelo país inteiro.

Concordo Zeca. Vejo que poucos entendem a sua revolta, pois tal como eu sofremos pelo centralismo reinante do país que asfixia tudo o que é longe das capitais. É uma hipocrisia tremenda dos políticos deste país, terem um ministério da coesão nacional, para supostamente inverter a tendência das assimetrias regionais e depois não haver nenhum mecanismo de proteção para preservação do interesse público e salvaguarda dos usos e costumes e promoção local que uma rádio como essa e muitas outras fazem. E não fazem -mais porque os apoios não abundam, a crise existe e a consequência é agacharem-se perante os abutres de Lisboa, com interesses em muitas áreas que vão muito além da paixão pela rádio, ou mesmo pelas pessoas.

Em pleno Covid vimos o Estado comparticipar os grandes grupos de Comunicação em Portugal... E os outros? Os pequeninos? Aqueles que são a base e a companhia para muitos dos idosos, que nem num telemóvel sabem sintonizar uma rádio em formato online?
« Última modificação: Maio 20, 2024, 10:54:55 pm por SamM »

AG

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2619
  • NSTALGIA
Re: Rádio Observador
« Responder #2662 em: Maio 20, 2024, 11:30:21 pm »
Para os mais distraídos, o sítio na internet "Radialistas de Viseu" anuncia que a Emissora das Beiras foi vendida à Rádio Observador.

Mais uma local a desaparecer, até á extinção final de todas as rádios locais.
Nada como espalhar a voz de de Lisboa em dezenas e dezenas de rádios pelo país inteiro.

Zeca, ninguém nacionalizou a Emissora das Beiras, nem certamente dos familiares do Sr. Rosa lhe encostar uma pistola para vender a rádio. Esta estação, no último ano, deu cerca de 2700€ de prejuízo, tem despesas de 67.000€/ano, os rendimentos são inferiores. Pede quotizações, provavelemente, força da pirâmide etária, vê o seu auditório diminuir. Obviamente que é uma perda, estamos a falar de uma rádio que tem apenas menos um ano do que a Rádio Renascença, deverá ser a emissora privada de caráter empresarial, mais antiga do país. Agora, seria sustentável? Duvido. Por muito que o prejuízo seja pequeno, não estou a ver que os acionistas, que são uma família, pessoas singulares, tenham interesse em fazer reforços de capital.
O Zeca não se engana muito quando refere que o modelo das locais, datado no tempo, está condenado a desparecer. Veja quantas destas se ouvem cada vez pior no FM. Porque será? Ou não têm dinheiro para investimento nos emissores, ou estão a diminuir potências para poupar na eletricidade.
Claro.

É triste mas é a realidade.

Este modelo de rádios locais está absolutamente datado há uns bons vinte anos para cá.

Ainda por cima estamos a falar na maioria dos casos de regiões deprimidas economicamente e socialmente, e muito envelhecidas.

Basta verificar as regiões onde as locais com pujança ainda existem, no litoral e no norte do país sobretudo (Minho ou Aveiro).

Depois temos o caso especial do Porto (e até Lisboa) em que as locais não sobreviveram sobretudo devido a má gestão nos anos 90, tornando-se em alvos fáceis para os grandes grupos lançarem vários produtos radiofónicos para nichos ou para seitas religiosas.

Daqui a 10 anos se existirem umas 120 rádios locais no espírito da lei de 1988 será um pequeno milagre.
« Última modificação: Maio 20, 2024, 11:38:40 pm por AG »

modernices

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 371
Re: Rádio Observador
« Responder #2663 em: Maio 20, 2024, 11:46:19 pm »
Já cá faltava a ladainha

pdnf

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5225
  • Foi a Rádio que fez Abril!
Re: Rádio Observador
« Responder #2664 em: Hoje às 02:17:29 am »
Isto resolvia-se bem: abertura de concursos para licenças por região NUT's III, com emissores em condições para se ouvirem em toda a regão sem problema, e estava feito. Seriam menos do que os atuais. Em contraponto, permita-se completar as atuais RRS e RRN, e com emissores de mais baixa potência, R/COM e Bauer teriam mais uma rádio, a Observador e a CMR ficariam com a outra licença nacional. Fazendo o paralelismo com Espanha, talvez ainda desse para a Smooth.

Depois, abrir-se-iam as licenças possíveis no espectro, com o mínimo de 2, eventualmente, as NUT's III AMP, Ave, Cávado, Grande Lisboa, Península de Setúbal e Algarve poderiam ir às 5 ou 6. Sendo que no mínimo teria de existir uma rádio generalista, tendencialmente de palavra, a ter a licença. Tudo o que fosse jukebox atual ficaria impedida de concorrer (estilo Rádio 5/Batida). Com a coisa bem feita, podia não ficar perfeito em termos de não existirem zonas de choque de sinais, mas dava para termos um éter mais bem servido.
Rádio é:
Ir ao fim da Rua, a ligar Portugal, aconteça o que acontecer.
Mais música nova para sentir (e decidir).
Estar no carro, em casa, em todo o lado, só se quiseres.
Saber que se a vida tem uma música, ela passa-a.
É a arte que toca, mais do que música...PESSOAS. Ah, and all that "unique" soul.