Autor Tópico: Eleições Legislativas 2024  (Lida 2640 vezes)

pdnf

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5467
  • Foi a Rádio que fez Abril!
Eleições Legislativas 2024
« em: Fevereiro 25, 2024, 01:49:35 am »
Começa hoje a campanha eleitoral para as (primeiras ?) Eleições Legislativas de 2024.
No que há rádio diz respeito, antes mesmo de se realizar o debate das rádios na segunda-feira, teremos já hoje tempos de antena:



Algumas notas:
Muito mal a COMRCIAL, RFM e RR a atiraram o maior bloco para horários em que o consumo vai a mínimos. Só não é nas madrugadas porque a lei impede. Compare-se com as TV's que põem os Tempos de Antena às 19h, prime-time. No caso da COMRCIAL, pelo menos o primeiro bloco é no final das manhãs. Se o Estado paga estes tempos de antena, em minha modesta opinião, deveriam ser transmitidos nos horários de maior consumo, manhãs e tardes. Enchemos todos a boca com a Democracia, mas depois vai-se a ver e nada.
Esta crítica é extensível à Antena 1, RDP África, TSF e M80, embora mais moderada, os horários não são tão lesivos aos interesses gerais.
Uma questão pertinente: porque motivo o Posto Emissor do Funchal é considerado Rede Regional da Madeira? Afinal temos uma terceira rádio regional? Bom, pelo menos esta passa os spots em horário nobre.
CNE e RTP esqueceram-se que existem mais duas redes nacionais em FM, Antena 2 e Antena 3? Se as privadas têm tempos de antena, porque não os têm estas duas estações? A lei eleitoral para a Assembleia da República é clara, os tempos de antena passam nas redes nacionais de FM e nas redes regionais. Algo não está certo...
Finalmente, entendo que se se mantiver a opção de 2022, incorre-se numa violação da Lei da Rádio se os emissores que estão em associação com a RRN e RRS não emitirem os tempos de antena, porquanto a retransmissão ocorre 24h.
Dito isto, também tenho consciência de que em 2024 os tempos de antena já não terão tanta influência na decisão de voto quanto há 50 anos. Em todo o caso, entendo que há pertinência em serem pensados os pontos acima.
« Última modificação: Fevereiro 25, 2024, 01:51:07 am por pdnf »
Rádio é:
Ir ao fim da Rua, a ligar Portugal, aconteça o que acontecer.
Mais música nova para sentir (e decidir).
Estar no carro, em casa, em todo o lado, só se quiseres.
Saber que se a vida tem uma música, ela passa-a.
É a arte que toca, mais do que música...PESSOAS. Ah, and all that "unique" soul.

brodcastfm

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 149
Re: Eleições Legislativas 2024
« Responder #1 em: Fevereiro 25, 2024, 09:48:03 am »
Tempos de antena que mais uma vez não chegam as rádios locais. Campanhas de publicidade  da Comissão Nacional de Eleições a não chegar às rádios locais.

Com isto mais uma vez os grandes a ganharem e os pequenos a ficarem para trás...

As rádios locais são as rádios de proximidade com as populações e são um veículo importantíssimo, mas infelizmente esquecido nestes atos eleitorais, eu diriam mesmo são discriminadas.
« Última modificação: Fevereiro 25, 2024, 09:54:19 am por brodcastfm »

O Bigode do Sala

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 809
Re: Eleições Legislativas 2024
« Responder #2 em: Fevereiro 25, 2024, 12:11:35 pm »
Por falar em Eleições Legislativas...
Amanhã é o debate da rádio!

Que expectativas têm?
Dado o horário, vão poder escutá-lo em directo?

Apesar da componente vídeo ser uma realidade, penso que este debate, se for bem moderado, será diferente do da RTP3.
Neste debate a aparência dos candidatos não será tão importante e as folhas A4 com gráficos e capas de jornal com 13 anos não terão a mesma eficácia.

Posto isto, como estarei no trabalho e como este é feito numa secretária, em frente ao computador, caso não haja alguma chamada telefónica ou reunião de última hora, estarei com uns auriculares a escutar a emissão. A minha escolha, até por um acto simbólico, recairá pela emissão da Antena 1 na RTP Play e espero que os 4 moderadores das 4 estações estejam à altura do desafio e bem coordenados.
Saúda-se a entrada da Rádio Observador neste acto que, desde de 2015, a rádio pública passou a compartilhá-lo com a Rádio Renascença e TSF.

Saudações democráticas a todos e viva a rádio!
«O que acontece no Mundo é que toda a gente que nasce, nasce de alguma maneira poeta! Inventor de algo que não havia no Mundo antes de eles nascerem!
E inteiramente individual: cada um poeta que é!»

Agostinho da Silva

Atento

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5883
Re: Eleições Legislativas 2024
« Responder #3 em: Fevereiro 25, 2024, 01:19:20 pm »
Por falar em Eleições Legislativas...
Amanhã é o debate da rádio!

Que expectativas têm?
Dado o horário, vão poder escutá-lo em directo?

Apesar da componente vídeo ser uma realidade, penso que este debate, se for bem moderado, será diferente do da RTP3.
Neste debate a aparência dos candidatos não será tão importante e as folhas A4 com gráficos e capas de jornal com 13 anos não terão a mesma eficácia.

Posto isto, como estarei no trabalho e como este é feito numa secretária, em frente ao computador, caso não haja alguma chamada telefónica ou reunião de última hora, estarei com uns auriculares a escutar a emissão. A minha escolha, até por um acto simbólico, recairá pela emissão da Antena 1 na RTP Play e espero que os 4 moderadores das 4 estações estejam à altura do desafio e bem coordenados.
Saúda-se a entrada da Rádio Observador neste acto que, desde de 2015, a rádio pública passou a compartilhá-lo com a Rádio Renascença e TSF.

Saudações democráticas a todos e viva a rádio!

O debate da RTP foi muito bem moderado por Carlos Daniel.

A Observador tinha de lá estar.

A RR, se a TSF e Observador tivessem uma rede de emissores de cobertura nacional,  devia ser excluída.

Já agora vale a pena acompanhar o jornal de campanha da Antena1.  Muito bem estruturado e com bons repórteres.
« Última modificação: Fevereiro 25, 2024, 01:24:11 pm por Atento »

O Bigode do Sala

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 809
Re: Eleições Legislativas 2024
« Responder #4 em: Fevereiro 25, 2024, 03:12:03 pm »
Por falar em Eleições Legislativas...
Amanhã é o debate da rádio!

Que expectativas têm?
Dado o horário, vão poder escutá-lo em directo?

Apesar da componente vídeo ser uma realidade, penso que este debate, se for bem moderado, será diferente do da RTP3.
Neste debate a aparência dos candidatos não será tão importante e as folhas A4 com gráficos e capas de jornal com 13 anos não terão a mesma eficácia.

Posto isto, como estarei no trabalho e como este é feito numa secretária, em frente ao computador, caso não haja alguma chamada telefónica ou reunião de última hora, estarei com uns auriculares a escutar a emissão. A minha escolha, até por um acto simbólico, recairá pela emissão da Antena 1 na RTP Play e espero que os 4 moderadores das 4 estações estejam à altura do desafio e bem coordenados.
Saúda-se a entrada da Rádio Observador neste acto que, desde de 2015, a rádio pública passou a compartilhá-lo com a Rádio Renascença e TSF.

Saudações democráticas a todos e viva a rádio!

O debate da RTP foi muito bem moderado por Carlos Daniel.

A Observador tinha de lá estar.

A RR, se a TSF e Observador tivessem uma rede de emissores de cobertura nacional,  devia ser excluída.

Já agora vale a pena acompanhar o jornal de campanha da Antena1.  Muito bem estruturado e com bons repórteres.

Não tenho dúvidas algumas que o melhor moderador de debates televisivos em Portugal é o Carlos Daniel.
Não é nada fácil gerir tempos e lançar questões pertinentes a 8 interlocutores, acrescentando ainda os incidentes que se verificaram na Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa, em Carcavelos.
E esse valor conseguiu, na minha modesta opinião, ser superado aquando a realização do debate com os partidos políticos sem assento parlamentar.
No que toca à televisão, tenho que fazer uma menção honrosa ao João Póvoa Marinheiro que foi uma agradável surpresa.
É evidente que está a fazer pela sua vida e que quer mostrar que merece um lugar na TVI generalista. Gosto de um jornalista que saiba fazer o contraditório.

O que quis dizer em relação ao debate da rádio é que este, por ser num meio diferente mesmo com a componente vídeo, terá outros condimentos.

Sobre a cobertura de campanha da Antena 1, concordo consigo.
Apesar da rádio pública ter perdido a sua capilaridade no território nos últimos 20 anos, esta, além da obrigação moral, continua a ser a mais bem munida de meios face às suas congéneres nacionais que, quer no caso da TSF, quer no caso da Rádio Observador, fazem trabalhos muito bons com as condições que possuem.

Vamos ver o que decorrerá na Segunda-feira.
Já se sabe quem vai moderar?
« Última modificação: Fevereiro 25, 2024, 03:15:17 pm por O Bigode do Sala »
«O que acontece no Mundo é que toda a gente que nasce, nasce de alguma maneira poeta! Inventor de algo que não havia no Mundo antes de eles nascerem!
E inteiramente individual: cada um poeta que é!»

Agostinho da Silva

brodcastfm

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 149
Re: Eleições Legislativas 2024
« Responder #5 em: Fevereiro 25, 2024, 03:19:42 pm »
Daqui a uns meses voltamos a ter eleições .... Vai haver uma abstenção enorme! Espero que já nessa altura olhem paras as rádios locais, mas não sei não!
« Última modificação: Fevereiro 25, 2024, 03:22:01 pm por brodcastfm »

Atento

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5883
Re: Eleições Legislativas 2024
« Responder #6 em: Fevereiro 25, 2024, 04:04:52 pm »
Daqui a uns meses voltamos a ter eleições .... Vai haver uma abstenção enorme! Espero que já nessa altura olhem paras as rádios locais, mas não sei não!

Não!!!

Não excluo uma vitória da AD com maioria absoluta.

Não havendo maioria, Montenegro terá a vida facilitada pois obrigaria o Chega e o PS a darem o passo em frente, havendo o consequente castigo...

Pode chegar o momento PRD do Chega...

Aguardemos...

Voltando à antena1,  apesar dessa perda, ela faz muito mais do que fazia...

O que devemos perguntar é porque fazia tão pouco com mais dinheiro e mais gente...

A partir de março é imperioso rever o desleixo da Tarde Desportiva e afins no desporto. Urge afinar e ter à frente do desporto alguém da categoria de Paulo Sérgio.
Os responsáveis da rádio pública não devem brincar com coisas sérias sob pena de dar uns tiros nos pés.
« Última modificação: Fevereiro 25, 2024, 04:06:30 pm por Atento »

modernices

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 392
Re: Eleições Legislativas 2024
« Responder #7 em: Fevereiro 25, 2024, 04:06:32 pm »
Todas as rádio deveriam transmitir o debate. A retransmissão devia ser uma ação conjunta do maior número de estações possível.

Memorias da Radio

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 3086
Re: Eleições Legislativas 2024
« Responder #8 em: Fevereiro 25, 2024, 04:21:34 pm »
Todas as rádio deveriam transmitir o debate. A retransmissão devia ser uma ação conjunta do maior número de estações possível.

Pedir a rádios locais que transmitam o debate é ter que gerir duzentas e tal cabeças e depois nem todas iam aceitar, especialmente se fosse gratuito transmitir. Essa é que é a verdade. Também falta alguma união em partes do meio para certas coisas serem uma realidade.

Alguém ouviu o tempo de antena do ADN? Feito com uma voz daquelas robotizadas?

brodcastfm

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 149
Re: Eleições Legislativas 2024
« Responder #9 em: Fevereiro 25, 2024, 04:47:32 pm »
Todas as rádio deveriam transmitir o debate. A retransmissão devia ser uma ação conjunta do maior número de estações possível.
Era o que faltava as rádios locais transmitirem os  debates...Então não servem para os tempos de antena já servem para os debates.


pdnf

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5467
  • Foi a Rádio que fez Abril!
Re: Eleições Legislativas 2024
« Responder #10 em: Fevereiro 25, 2024, 06:08:05 pm »
Não sei se têm consciência, mas este país tem algumas singularidades. Uma das quais é que, cada eleição é gerida por uma Lei Eleitoral distinta.
Atente-se no que refere a Lei Eleitoral para a Assembleia da República:

Citação de: Lei Eleitoral da Assembleia da República, Artigo 62º
2 - Durante o período da campanha eleitoral as estações de rádio e de televisão reservam aos partidos políticos e às coligações os seguintes tempos de antena:
b) A Radiodifusão Portuguesa, S. A., em onda média e frequência modulada, ligada a todos os emissores regionais e na emissão internacional:
Sessenta minutos diários, dos quais vinte minutos entre as 7 e as 12 horas, vinte minutos entre as 12 e as 19 horas e vinte minutos entre as 19 e as 24 horas;
c) As estacões privadas de radiodifusão de âmbito nacional, em onda média e frequência modulada, ligadas a todos os emissores, quando tiverem mais de um:
Sessenta minutos diários, dos quais vinte minutos entre as 7 e as 12 horas e quarenta minutos entre as 19 e as 24 horas;
d) As estações privadas de radiodifusão de âmbito regional:
Trinta minutos diários.

Fica patente o incumprimento da RTP ao não passar tempo de antena na Antena 2 e Antena 3, a lei é clara, é em todos os emissores. O artigo 63º ainda o clarifica melhor:

Citação de: Lei Eleitoral da Assembleia da República, Artigo 63º
1 - Os tempos de emissão reservados pela Radiotelevisão Portuguesa, S. A., pelas estações privadas de televisão, pela Radiodifusão Portuguesa, S. A., ligada a todos os seus emissores, e pelas estações privadas de radiodifusão de âmbito nacional são atribuídos, de modo proporcional,[...]

Todos é todos, não há outra interpretação possível. Excluir a Antena 2 e a Antena 3 é o próprio poder político e/ou a RTP a vetá-las a uma ignorância que não têm.

Como podem verificar, o legislador não prevê aqui a possibilidade de as rádios locais emitirem tempos de antena, apenas as nacionais, com duas a incumprirem, e as regionais. A questão do Posto Emissor do Funchal é interessante, não encontro enquadramento legal, até pelo que percebo, não emite para Porto Santo em FM. Acredito que o Canal 1 na OM, que tem uma programação diferenciada, se consiga escutar nas duas ilhas. Ainda assim, e não sei até que ponto não se deveria considerar também que têm caráter regional os serviços de programas que emitem em associação, exemplo, MegaHits e CidadeFM.

Ainda há uma coisa mais interessante, a forma como é determinado o pagamento da compensação dos tempos de antena, a duração dos mesmos e o canal horário em que têm de passar, em função da natureza da rádio. É só absurdo:

Citação de: Lei Eleitoral da Assembleia da República, Artigo 69º
1 - É gratuita a utilização, nos termos consignados nos artigos precedentes, das emissões das estações públicas e privadas de rádio e da televisão, das publicações de carácter jornalístico e dos edifícios ou recintos públicos.
2 - O Estado, através da administração eleitoral da Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, compensa as estações de rádio e de televisão pela utilização, devidamente comprovada, correspondente às emissões previstas no n.º 2 do artigo 62.º, mediante o pagamento de quantia constante de tabelas a homologar pelo membro do governo responsável pela área da comunicação social até ao sexto dia anterior à abertura da campanha eleitoral.
3 - As tabelas referidas no número anterior são fixadas, para a televisão e para as rádios de âmbito nacional, por uma comissão arbitral composta por um representante da administração eleitoral da Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, um representante da Inspeção-Geral de Finanças e um representante de cada estação de rádio ou televisão, consoante o caso.
4 - As tabelas referidas no número anterior são fixadas, para as rádios de âmbito regional, por uma comissão arbitral composta por um representante da administração eleitoral da Secretaria Geral do Ministério da Administração Interna, um representante da Inspeção-Geral de Finanças, um representante da Rádio e Televisão de Portugal, S. A., um da Associação das Rádios de Inspiração Cristã (ARIC) e um da Associação Portuguesa de Radiodifusão (APR).


Ter um representante da RTP, da ARIC e da APR para decidir quanto se vai pagar à M80 e à TSF é só hilariante e não ter a mínima noção de como funciona o setor. Estas leis arcaicas têm de ser revistas o quanto antes, e sim, devem incluir os Tempos de Antena, pelo menos nas rádios em associação/parceria, uniformizar os horários, obrigando a que sejam transmitidos nos de maior audiência, preferencialmente em simultâneo, como acontece na TV [porque ninguém vai meter campanha no horário dos noticiários].

Todas as rádio deveriam transmitir o debate. A retransmissão devia ser uma ação conjunta do maior número de estações possível.
Diria que às locais deixaria ao critério das que desejassem picar o sinal gratuitamente. Às rádios que transmitem em associação dos grandes grupos, ficaria muito bem fazê-lo. Também se diga que deveriam ter envolvido desde logo a Bauer. Apesar de tudo, M80 e Comercial ainda têm noticias a todas as horas exceto nas madrugadas, não me chocaria que a M80 transmitisse o debate também, mas sim, o ideal seria que o fizessem todas as estações dos 3 grandes grupos + TSF e Observador.
Rádio é:
Ir ao fim da Rua, a ligar Portugal, aconteça o que acontecer.
Mais música nova para sentir (e decidir).
Estar no carro, em casa, em todo o lado, só se quiseres.
Saber que se a vida tem uma música, ela passa-a.
É a arte que toca, mais do que música...PESSOAS. Ah, and all that "unique" soul.

Memorias da Radio

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 3086
Re: Eleições Legislativas 2024
« Responder #11 em: Fevereiro 25, 2024, 06:50:57 pm »

Como podem verificar, o legislador não prevê aqui a possibilidade de as rádios locais emitirem tempos de antena, apenas as nacionais, com duas a incumprirem, e as regionais. A questão do Posto Emissor do Funchal é interessante, não encontro enquadramento legal, até pelo que percebo, não emite para Porto Santo em FM. Acredito que o Canal 1 na OM, que tem uma programação diferenciada, se consiga escutar nas duas ilhas. Ainda assim, e não sei até que ponto não se deveria considerar também que têm caráter regional os serviços de programas que emitem em associação, exemplo, MegaHits e CidadeFM.

A questão do Posto Emissor do Funchal deve-se ao facto da onda média nunca ter tido atribuições de licenças de âmbito local - o legislador sempre as considerou de âmbito regional no mínimo. Desta forma, o alvará do PEF em FM é de rádio local, e sujeito a essas regras, mas a transmissão em onda média é regional, e por esse motivo ter essa atribuição.

Atrevo-me a dizer que por este critério seria perfeitamente viável que o Rádio Clube de Angra, em 909 kHz, pudesse emitir estes conteúdos - a classe de potência é exatamente a mesma do PEF, e é de recordar que rádios locais, em nenhum momento, possuem potências autorizadas superiores a 5 kW. O mesmo para a Rádio Asas do Atlântico. Pelo mesmo critério, a separação da emissão da Comercial Onda Média poderia dar essa função se nos 1035 fosse emitida a SmoothFM (atrevo-me a dizer que seria a melhor decisão de sempre para aquele emissor considerando o tipo de música emitido e a região que serve...).

Se o critério esticar até alvarás originalmente atribuídos num âmbito regional, embora se tivesse que escavar até beeeem lá atrás, até a Rádio Altitude da Guarda daria para isto; é que os 1584 com 1 kW tenho quase a certeza que se ouviam bem em toda a região Centro facilmente, e mesmo para lá disso não me espantaria que se ouvissem em Espinho, Gaia ou Bragança, por exemplo.

pdnf

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5467
  • Foi a Rádio que fez Abril!
Re: Eleições Legislativas 2024
« Responder #12 em: Fevereiro 25, 2024, 07:08:15 pm »
O alvará para a OM da Rádio Altitude foi cessado pela ERC por vários anos com inexistência de emissão.
Desconhecia que a Comercial ainda tinha emissores na OM. Em que região?
Rádio é:
Ir ao fim da Rua, a ligar Portugal, aconteça o que acontecer.
Mais música nova para sentir (e decidir).
Estar no carro, em casa, em todo o lado, só se quiseres.
Saber que se a vida tem uma música, ela passa-a.
É a arte que toca, mais do que música...PESSOAS. Ah, and all that "unique" soul.

pdf

  • Administrator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 716
Re: Eleições Legislativas 2024
« Responder #13 em: Fevereiro 25, 2024, 07:44:19 pm »
Não tem.

Julio Carvalho

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 3745
Re: Eleições Legislativas 2024
« Responder #14 em: Fevereiro 25, 2024, 08:27:23 pm »
Sobre o debate das rádios, André Ventura é baixa.
Anda pelo Norte em campanha, e parece que as rádios não estiveram  disponíveis para ele estar nos estúdios do Porto...