Autor Tópico: Salários dos locutores e outros profissionais de rádio em Portugal  (Lida 1979 vezes)

pdnf

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5467
  • Foi a Rádio que fez Abril!
Mais uma crítica brutal "on air" aos baixos salários da R/Com. Vou-me abster de escrever quem foi, como sempre fiz nestas matérias: hoje, um dos locutores(as) da Mega lamentou em direto não ter uma disponibilidade financeira suficientemente grande para gastar 30€ a ir ao jantar de um(a) parceiro(a) de painel, porque o salário é curto. 30€ não sendo um valor baixo, também não é assim tão elevado quanto isso. Até fica mal a uma empresa com a exposição mediática da R/Com pagar balúrdios em publicidade nos autocarros e depois ter animadores a ganharem 1000 e poucos euros, que convertidos em líquidos nem isso chegam provavelmente ou pouco ultrapassam. Não estamos a falar de uma local, falamos da sexta ou sétima rádio mais ouvida do país. Neste aspeto, estou completamente solidário com esta malta: para ganhar isso não me sujeitava a exposição.
« Última modificação: Fevereiro 18, 2023, 10:34:45 pm por Luis Carvalho »
Rádio é:
Ir ao fim da Rua, a ligar Portugal, aconteça o que acontecer.
Mais música nova para sentir (e decidir).
Estar no carro, em casa, em todo o lado, só se quiseres.
Saber que se a vida tem uma música, ela passa-a.
É a arte que toca, mais do que música...PESSOAS. Ah, and all that "unique" soul.

Julio Carvalho

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 3745
Re: Re: Mega Hits
« Responder #1 em: Fevereiro 17, 2023, 11:20:58 pm »
Se não estão satisfeitos vêm podem ir trabalhar para um qualquer restaurante ou tascazeca..

Aqui há tempos ouvi a Arroja escrever o seguinte na sua rede social " queria ter tanto ter um ..., mas nem pensar, é um quarto do meu ordenado". Depois vi, que o produto tinha marcado 250 euros.

pdnf

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5467
  • Foi a Rádio que fez Abril!
Re: Re: Mega Hits
« Responder #2 em: Fevereiro 18, 2023, 12:15:42 am »
Se não estão satisfeitos vêm podem ir trabalhar para um qualquer restaurante ou tascazeca..

Aqui há tempos ouvi a Arroja escrever o seguinte na sua rede social " queria ter tanto ter um ..., mas nem pensar, é um quarto do meu ordenado". Depois vi, que o produto tinha marcado 250 euros.

R4 que pequenez... já sei que os tempos andam maus para todo o lado, mas está mau para o patronato, está mau para os trabalhadores.
E daí? A Arroja tem uns 40's, acha razoável ganhar 1000 líquidos? O salário mínimo nacional líquido é de 676,40€. Ou seja, falamos de trabalhadores, na sua maioria, qualificados, licenciados, alguns mestres, com um grau de exposição mediático que considero elevado. Acha mesmo que 1000€ é uma remuneração justa? Quando fazer entregas na Uber rende menos 300€/mês, e tem 1/4 da responsabilidade? Sinceramente, não acho. Esta mania de que em Portugal toda a gente tem de ser pobrezinho é a pior coisa que o "Botas" nos deixou, passaram quase 50 anos e continuamos a pensar exatamente o mesmo. Depois admiramo-nos de ver as pessoas todas voltadas para o digital, a fazer publicidade a coisas que até tiram credibilidade às próprias rádios para que trabalham. Pudera, se por um post num Instagram mediano se ganha 500 ou 1000€...
Rádio é:
Ir ao fim da Rua, a ligar Portugal, aconteça o que acontecer.
Mais música nova para sentir (e decidir).
Estar no carro, em casa, em todo o lado, só se quiseres.
Saber que se a vida tem uma música, ela passa-a.
É a arte que toca, mais do que música...PESSOAS. Ah, and all that "unique" soul.

ocentos15

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 212
Re: Re: Mega Hits
« Responder #3 em: Fevereiro 18, 2023, 08:58:23 am »
Se não estão satisfeitos vêm podem ir trabalhar para um qualquer restaurante ou tascazeca..

Desta vez, o R4 surpreende-me pela parca capacidade de ver a questão maior. Maior do que o problema salarial de que estes jovens se queixam, é a noção para as administrações de que eles e outros animadores, por não serem uma Joana Marques ou um Vasco Palmeirim, vulgo celebridades (que compreendo que tragam notoriedade e receita quase instantânea às estações onde estão), devem ganhar substancialmente menos que estes. Isto leva a que, a médio/longo prazo, o setor cave a sua sepultura. Nao admira que, lamentavelmente, a maioria dos animadores de rádio tenha dois e três empregos.

estvmkt

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2240
Re: Re: Mega Hits
« Responder #4 em: Fevereiro 18, 2023, 09:39:53 am »
Infelizmente ganha se muito mal em Portugal...

Atento

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5883
Re: Re: Mega Hits
« Responder #5 em: Fevereiro 18, 2023, 11:30:50 am »
Se não estão satisfeitos vêm podem ir trabalhar para um qualquer restaurante ou tascazeca..

Desta vez, o R4 surpreende-me pela parca capacidade de ver a questão maior. Maior do que o problema salarial de que estes jovens se queixam, é a noção para as administrações de que eles e outros animadores, por não serem uma Joana Marques ou um Vasco Palmeirim, vulgo celebridades (que compreendo que tragam notoriedade e receita quase instantânea às estações onde estão), devem ganhar substancialmente menos que estes. Isto leva a que, a médio/longo prazo, o setor cave a sua sepultura. Nao admira que, lamentavelmente, a maioria dos animadores de rádio tenha dois e três empregos.

Muitos animadores não são comunicadores.  São fracos e nas rádios musicais essas debilidades passam despercebidas pela formatação da própria rádio.

Já nas generalistas isso nota-se rapidamente e também é uma das causas para que as rádios tendencialmente de palavra tenham perdido paulatina e consistentemente ouvintes.

Julio Carvalho

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 3745
Re: Re: Mega Hits
« Responder #6 em: Fevereiro 18, 2023, 11:58:07 am »
Eu sou contra baixos salários, em todo o mundo do trabalho, incluindo os profissionais de rádio.

Mas há alguns considerandos.

Por exemplo, eu acho péssimo, que, em antena, mesmo que em tom jocoso, se venham queixar de baixos salários, mesmo nas redes sociais, acho mal...

Depois, estes profissionais, adquirem mediatismo, e têm outras formas de ganhar dinheiro. E se querem queixar, há outros canais, mais discretos, para esses queixumes.

Acho que outros profissionais, de outros sectores não têm esse mediatismo e portanto estão em pior situação.

A minha filha mais velha, licenciada, esteve vários anos a recibos verdes, sem direito a subsídio de férias e Natal, ganhando pouco mais de mil euros e a trabalhar em casa ao fim de semana, com reuniões em zoom, nas noites..

Portanto é o País que temos, com pouca produtividade e baixíssimos salários.

Temos todos que lutar, principalmente os jovens, contra este aviltante estado do País...
« Última modificação: Fevereiro 18, 2023, 12:02:25 pm por R4 »

pdnf

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5467
  • Foi a Rádio que fez Abril!
Re: Re: Mega Hits
« Responder #7 em: Fevereiro 18, 2023, 06:04:26 pm »
Se não estão satisfeitos vêm podem ir trabalhar para um qualquer restaurante ou tascazeca..

Desta vez, o R4 surpreende-me pela parca capacidade de ver a questão maior. Maior do que o problema salarial de que estes jovens se queixam, é a noção para as administrações de que eles e outros animadores, por não serem uma Joana Marques ou um Vasco Palmeirim, vulgo celebridades (que compreendo que tragam notoriedade e receita quase instantânea às estações onde estão), devem ganhar substancialmente menos que estes. Isto leva a que, a médio/longo prazo, o setor cave a sua sepultura. Nao admira que, lamentavelmente, a maioria dos animadores de rádio tenha dois e três empregos.

Exatamente. Sendo certo que mesmo uma Joana Marques e um Palmeirim, como já foi por aqui discutido para aí há um ano, também não auferem valores nada por aí além (embora em PT após IRS quem ganhe 4000€, facilmente fica pouco acima de 2000€). Claro que depois é preferível ser brand manager ou outra treta qualquer parecida do que ser profissional do setor, e isso como refere o Atento, acaba por ser também uma das causas da morte das generalistas, pouquíssimo incentivo à progressão.

Eu sou contra baixos salários, em todo o mundo do trabalho, incluindo os profissionais de rádio.

Mas há alguns considerandos.

Por exemplo, eu acho péssimo, que, em antena, mesmo que em tom jocoso, se venham queixar de baixos salários, mesmo nas redes sociais, acho mal...

Depois, estes profissionais, adquirem mediatismo, e têm outras formas de ganhar dinheiro. E se querem queixar, há outros canais, mais discretos, para esses queixumes.

Acho que outros profissionais, de outros sectores não têm esse mediatismo e portanto estão em pior situação.

A minha filha mais velha, licenciada, esteve vários anos a recibos verdes, sem direito a subsídio de férias e Natal, ganhando pouco mais de mil euros e a trabalhar em casa ao fim de semana, com reuniões em zoom, nas noites..

Portanto é o País que temos, com pouca produtividade e baixíssimos salários.

Temos todos que lutar, principalmente os jovens, contra este aviltante estado do País...

Concordo num ponto, estas bocas on air, são desnecessárias. A questão de poderem ganhar dinheiro de outras formas, até deveria ser evitada, há casos em que a meu ver não é bom para a imagem das próprias rádios que representam. E atenção, nem todas vão ser Mafaldas Castro, e ainda bem diga-se, porque se calhar nem quem o é gosta de o ser!

É absolutamente verdade, é um problema transversal. A diferença é que eu e muitos outros somos anónimos, com todas as vantagens que isso traz, nomeadamente de não termos a pressão de um "julgamento público" sobre as nossas cabeças, assim como têm outras profissões com exposição, nomeadamente os jornalistas, que também têm fortes razões para estarem descontentes, principalmente os mais jovens.
Eu até nem me posso queixar, que felizmente para a idade que tenho, e para o país onde estamos, tenho uma carreira boa, mas a verdade é que exemplos como o que descreveu, e mesmo como estes são péssimos. Sou economista, e desculpem-me, mas há países com produtividade mais baixa do que a nossa, onde os salários são mais elevados. Para além de que: 1. medir produtividade é algo muito complexo; 2. até que ponto os salários baixíssimos que se praticam não justificam a baixa produtividade.
Rádio é:
Ir ao fim da Rua, a ligar Portugal, aconteça o que acontecer.
Mais música nova para sentir (e decidir).
Estar no carro, em casa, em todo o lado, só se quiseres.
Saber que se a vida tem uma música, ela passa-a.
É a arte que toca, mais do que música...PESSOAS. Ah, and all that "unique" soul.

estvmkt

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2240
Re: Re: Mega Hits
« Responder #8 em: Fevereiro 18, 2023, 06:47:31 pm »
Infelizmente acho os salários muito baixos.
Eu falo por mim,estou em 2 part times,total 22 horas semanais,mais serviços a recibos verdes e tiro uns 700 euros oor mês. Nao da para nada...Infelizmente devido a erros que cometi com créditos a minha situação está negra. Neste momento senao fosse alguns extras e andava a toa mês todo. Depois há situações de profissionais do mundo da comunicação que se queixam quando se calhar ainda tiram 1000 euros. Valor minimamente aceitável para o dia a dia de um casal estando ambos a trabalhar.
Depois há casos daqueles influencers que passam a vida a expor demasiado a vida e devem auferir dinheiro com outras campanhas.
Para mim,é revoltante estas exuberâncias...
Pois há quem tenha de lutar para tirar 700 euros e uma luta diabólica para sobreviver e ve se algumas exuberâncias e ganham milhares e expõem as vidas.
Mais revoltante ainda,licenciados em comunicação com cursos deitados ao lixo ou sujeitos a trabalhos precários ou voluntários para trabalhar no meio...

Memorias da Radio

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 3086
Re: Re: Mega Hits
« Responder #9 em: Fevereiro 18, 2023, 08:04:54 pm »
Estou de acordo com o R4 aqui. Não fica bem dizer isso em antena e há canais onde se o deve dizer.

O que falta compreender-se é isto: a profissão de locutor está em crise em todo o lado. Eles podem ganhar 700-1000€, mas nas locais há quem ganhe 50 ou nada. Nem diretores de estação a fazer perninha, nem caras instantâneas, ganham assim tanto mais.

E das duas uma: ou o custo da pub aumenta coletivamente no setor, ou a pub aumenta (acho difícil), ou a concorrência entre rádios reduz-se e há rádios que terão de acabar para que o setor possa sobreviver.

Exposição mediática era antigamente. Hoje em dia ninguém dá a mínima se quem está em antena é o Alexandre Guimarães ou a Maria Morango, são “gente que está para ali a falar”. Tanto que hoje, enganos e questões dessas ou passam em branco ou são menorizados. Nos anos 90 até despedimento podiam dar. Consequências do modelo chiclete das rádios de playlist, espalhadas pela MCR nos anos 2000 - sim, porque o grupo Renascença nunca foi assim e só foi a reboque.

O mercado tem que se autorregular. Chegou a hora. Senão, cairão todos ou quase todos.

radiokilledtheMTVstar

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 3612
  • "Quintão e Costa, a dupla que o povo gosta!"
Re: Re: Mega Hits
« Responder #10 em: Fevereiro 18, 2023, 08:46:16 pm »
E atenção que como se sabe um curso na Católica de Lisboa não é nada barato, por isso entre o triste panorama devem ser o que estão menos mal. Claro que querem a independência mas basta olhar para o IG de alguns deles para pelo menos parecerem que têm uma vida acima da média.
Tenho mais pena de uma rádio como a Nova Era onde o Ricardo Lomar tem de fazer de DJ em casamentos ou a Lénia Malaia desiste da rádio porque lhe compensa mais ser manager de uma dupla de DJ que não são propriamente conhecidos...

Enviado do meu M2010J19SY através do Tapatalk


Julio Carvalho

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 3745
Re: Re: Mega Hits
« Responder #11 em: Fevereiro 18, 2023, 09:22:46 pm »
Quando digo que os locutores têm mais mediatismo, lembro que só a Mega tem três que estão em programas de televisão (C. Palma, L. Pinheiro e a Maia), outros apresentam eventos privados, outros ainda são voz off de televisões, outros vozes de publicidade...

Agora um anomino, ou de rádios de pouca expressão, como são os casos que o Rádiok aqui apontou, ou sobrevivem, ou têm apoios familiares, ou fazem uns extras aqui e ali, como o Estvmkt no seu próprio caso afirmou, 700 euros mensais, são um escândalo!

E as casas estão a preços proibitivos, a inflacao em níveis obscenos a vida para muitos não passa de mera sobrevivência...

Se fosse jovem já há muito tinha saído daqui..

estvmkt

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2240
Re: Re: Mega Hits
« Responder #12 em: Fevereiro 18, 2023, 09:32:14 pm »
Eu ganho 700 euros...
O pior são as contas...
E estou sem perspectivas de futuro.
Estou em processo de insolvência tendo em vista obter um acordo de pagamento judicial dos créditos.
Mas infelizmente eu digo,e falo em qualquer setor,ou se tem boa estrutura ou é um dia de cada vez.
Eu por causa de erros cometidos fiquei com a corda ao pescoço. E não sei o dia de amanhã...
E tenho formação académica que de pouco ou nada serve para mim...infelizmente é a nossa triste realidade.

radiokilledtheMTVstar

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 3612
  • "Quintão e Costa, a dupla que o povo gosta!"
Re: Re: Mega Hits
« Responder #13 em: Fevereiro 18, 2023, 09:55:00 pm »
Muita força para sair dessa situação, estvmkt!
Se não for indiscrição posso perguntar-te a tua/sua idade?

estvmkt

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2240
Re: Re: Mega Hits
« Responder #14 em: Fevereiro 18, 2023, 10:07:30 pm »
Tenho 35 anos...