Autor Tópico: Bareme Rádio  (Lida 213943 vezes)

Memorias da Radio

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 3067
Re: Bareme Rádio
« Responder #1410 em: Março 20, 2024, 04:11:56 pm »
Segundo as declarações da responsável pelos podcasts da Impresa na Prova Oral de hoje, alguns programas da SIC/ SIC N são mais ouvidos em podcast que vistos na TV...
Será que é desta que os anunciantes finalmente começam a abrir os olhos?

Sinceramente acho que não. Complementando este assunto, veja-se o que o Pedro Ribeiro escreve sobre o perigo da sustentabilidade da rádio e dos números do Spotify (e afins):

https://www.linkedin.com/posts/pedro-ribeiro-04280bb_spotify-announces-record-breaking-payout-activity-7176214433101209600-nged?utm_source=share&utm_medium=member_android

As ameaças ao setor são muitas. É de valorizar é quem ainda está nele e não dá o salto.

E a propósito do Pedro Ribeiro. Vi no LinkedIn dele, post mais abaixo desse, uns números bem interessantes...





Isto é a base de contacto com rádio pela Internet nos últimos 30 dias e nos últimos 7 dias (a dos 7 dias será mais próxima do reach semanal). Há muitas coisas interessantes por onde olhar aqui:

- o Total Rádio a 7 dias já vai em 22.5 via online (de 83.8 reach semanal, mesma amostra populacional), o que significa que para efeitos estatísticos estamos com uma penetração global de 26,84% de peso do online face ao FM. Esta percentagem foi acelerada com a pandemia e compara favoravelmente com valores sub-15 e com o facto de... nem existir um estudo geral para isto, aqui há nem 7 anos. Basta recordarmos que em 2019, só em Lisboa se conseguiam penetrações de 25%; em 2024, é a nível nacional. A aceleração é notória.

- A distribuição da influência do online sobre o FM entre cada estação é a seguinte:

Comercial - 24,22%
M80 Rádio - 17,74%
Cidade FM - 15,04% (!)
Smooth FM - 29,03%.

RFM - 19,26%
Renascença - 21,55% (!)
Mega Tits - 13,63% (!!!!)

TSF - 22,62%
Antena 1 - 15,88%
Rádio Observador - 41,94% - percentagem mais alta das analisadas
Antena 3 - 26,92%.

- Ou seja:

» a Comercial abre 5 pontos de vantagem sobre a RFM no online. O impacto nas audiências deve traduzir-se na prática em cerca de 0,5% de AAV e deve já ter sido o seguro de vida da Comercial nalguns Baremes em que ficaram muito próximas, traduzindo uma visão e aposta certeiras do Pedro Ribeiro.

» Sem surpresa, rádios mais especializadas com pior rede de emissores têm percentagens superiores, a SmoothFM bate quase nos 30% e a Observador tem 42%... quase a garantia de que aqueles 1.x que aparecem nas estações são muito baseados também ao online e que estas estações, a longo prazo, tenderão a crescer para valores de 2% quando a penetração do online for superior. A surpresa é a Antena 3 também lá aparecer, ou seja, a sensação que dá é que não é mais ouvida também porque as suas frequências FM não são divulgadas. Isto parece-me cristalino e efetivamente, nem eu próprio me lembro às vezes das frequências da Antena 3, não sei se alguns de vós partilham este problema comigo?

» Como é que as rádios jovens têm uma penetração tão fraca? A Cidade FM tem apenas 15% e nem sequer os 15-24 salvam, se repararem, apesar da tabela estar truncada, vai a 5.x%, cerca de metade da Comercial. Por outro lado, a Mega Hits é a vergonha nacional: não se "aguenta das canetas" no online e se os 4.x% já são fracos para uma rádio direcionada a públicos bem urbanos, onde a penetração online é consideravelmente superior ao resto da média nacional, e jovem nisso, pior ainda é quando se pensa que a rádio tem 3%; está já inflacionada/beneficiada pela falta de representatividade da amostra tender a beneficiar as estações com menor peso; e a captação de online é a pior de todas as nacionais, mesmo pior que "velhas-guardas" como a Renascença, TSF e Antena 1.

Isto denuncia que se a Mega Hits ficasse online, seria um jogo de sorte nula, e que só se safa por causa da rede de emissores ser mesmo boa.

A 30 dias, os números são de olhar, porque o alcance do estudo é metade do do Bareme (que são 60 dias) e mostra como a consistência de um produto pode influenciar e interferir no online. E aí, só a Comercial (+3.4% de contacto) e a RFM (+3.0% de contacto) saem mais beneficiadas, as outras todas refletem um diferencial curtíssimo de entre 0.3% e 1.3%, o que indicia que as audiências são globalmente mais fidelizadas a todas as rádios mais especializadas que à Comercial e à RFM (o que faz sentido) e que também temos cerca de uns 7-8% de "indecisos" no online, contrariando uma certa ideia que poderia medrar de que o online ia dar cabo das rádios pela pulverização.

As variações nos 15-24 também são giríssimas de comparar, nos chamados "novos consumidores": a RFM ganha pelo dobro ou mais à Mega Hits a 7 dias e a 30 dias *no próprio target dela*, a Comercial perde para a RFM, os contactos a 30 dias disparam na CidadeFM e na Mega Hits, mas as variações mais curiosas acontecem nas informativas/generalistas: a RR é sempre mais ouvida que a média de valores nos 15-24 anos, a Antena 1 é quase insignificante no online neste target, a TSF é mesmo virtualmente insignificante que nem a 1% chega a 7 dias, e a Rádio Observador tem também uma quebra materialmente relevante, mas comparativamente não tão grande.

Nota muito negativa para a Antena 3 nisto: não aproveita o diferencial da mesma forma que as rádios jovens. Isto quer dizer que os podcasts colocados e a forma de chegar à emissão das estações nos sites respetivos está profundamente ineficaz, e os programas temáticos da Antena 3 pouco apelam à escuta no online. A trabalhar urgentemente.
« Última modificação: Março 20, 2024, 04:14:13 pm por Memorias da Radio »

AG

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2721
  • NSTALGIA
Re: Bareme Rádio
« Responder #1411 em: Março 20, 2024, 09:44:09 pm »
Dados bastante interessantes. Comprovam que a Smooth FM e a Rádio Observador com melhores redes em FM teriam ainda melhores resultados.

Atento

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5877
Re: Bareme Rádio
« Responder #1412 em: Março 20, 2024, 10:13:45 pm »
Segundo as declarações da responsável pelos podcasts da Impresa na Prova Oral de hoje, alguns programas da SIC/ SIC N são mais ouvidos em podcast que vistos na TV...
Será que é desta que os anunciantes finalmente começam a abrir os olhos?

Sinceramente acho que não. Complementando este assunto, veja-se o que o Pedro Ribeiro escreve sobre o perigo da sustentabilidade da rádio e dos números do Spotify (e afins):

https://www.linkedin.com/posts/pedro-ribeiro-04280bb_spotify-announces-record-breaking-payout-activity-7176214433101209600-nged?utm_source=share&utm_medium=member_android

As ameaças ao setor são muitas. É de valorizar é quem ainda está nele e não dá o salto.

E a propósito do Pedro Ribeiro. Vi no LinkedIn dele, post mais abaixo desse, uns números bem interessantes...





Isto é a base de contacto com rádio pela Internet nos últimos 30 dias e nos últimos 7 dias (a dos 7 dias será mais próxima do reach semanal). Há muitas coisas interessantes por onde olhar aqui:

- o Total Rádio a 7 dias já vai em 22.5 via online (de 83.8 reach semanal, mesma amostra populacional), o que significa que para efeitos estatísticos estamos com uma penetração global de 26,84% de peso do online face ao FM. Esta percentagem foi acelerada com a pandemia e compara favoravelmente com valores sub-15 e com o facto de... nem existir um estudo geral para isto, aqui há nem 7 anos. Basta recordarmos que em 2019, só em Lisboa se conseguiam penetrações de 25%; em 2024, é a nível nacional. A aceleração é notória.

- A distribuição da influência do online sobre o FM entre cada estação é a seguinte:

Comercial - 24,22%
M80 Rádio - 17,74%
Cidade FM - 15,04% (!)
Smooth FM - 29,03%.

RFM - 19,26%
Renascença - 21,55% (!)
Mega Tits - 13,63% (!!!!)

TSF - 22,62%
Antena 1 - 15,88%
Rádio Observador - 41,94% - percentagem mais alta das analisadas
Antena 3 - 26,92%.

- Ou seja:

» a Comercial abre 5 pontos de vantagem sobre a RFM no online. O impacto nas audiências deve traduzir-se na prática em cerca de 0,5% de AAV e deve já ter sido o seguro de vida da Comercial nalguns Baremes em que ficaram muito próximas, traduzindo uma visão e aposta certeiras do Pedro Ribeiro.

» Sem surpresa, rádios mais especializadas com pior rede de emissores têm percentagens superiores, a SmoothFM bate quase nos 30% e a Observador tem 42%... quase a garantia de que aqueles 1.x que aparecem nas estações são muito baseados também ao online e que estas estações, a longo prazo, tenderão a crescer para valores de 2% quando a penetração do online for superior. A surpresa é a Antena 3 também lá aparecer, ou seja, a sensação que dá é que não é mais ouvida também porque as suas frequências FM não são divulgadas. Isto parece-me cristalino e efetivamente, nem eu próprio me lembro às vezes das frequências da Antena 3, não sei se alguns de vós partilham este problema comigo?

» Como é que as rádios jovens têm uma penetração tão fraca? A Cidade FM tem apenas 15% e nem sequer os 15-24 salvam, se repararem, apesar da tabela estar truncada, vai a 5.x%, cerca de metade da Comercial. Por outro lado, a Mega Hits é a vergonha nacional: não se "aguenta das canetas" no online e se os 4.x% já são fracos para uma rádio direcionada a públicos bem urbanos, onde a penetração online é consideravelmente superior ao resto da média nacional, e jovem nisso, pior ainda é quando se pensa que a rádio tem 3%; está já inflacionada/beneficiada pela falta de representatividade da amostra tender a beneficiar as estações com menor peso; e a captação de online é a pior de todas as nacionais, mesmo pior que "velhas-guardas" como a Renascença, TSF e Antena 1.

Isto denuncia que se a Mega Hits ficasse online, seria um jogo de sorte nula, e que só se safa por causa da rede de emissores ser mesmo boa.

A 30 dias, os números são de olhar, porque o alcance do estudo é metade do do Bareme (que são 60 dias) e mostra como a consistência de um produto pode influenciar e interferir no online. E aí, só a Comercial (+3.4% de contacto) e a RFM (+3.0% de contacto) saem mais beneficiadas, as outras todas refletem um diferencial curtíssimo de entre 0.3% e 1.3%, o que indicia que as audiências são globalmente mais fidelizadas a todas as rádios mais especializadas que à Comercial e à RFM (o que faz sentido) e que também temos cerca de uns 7-8% de "indecisos" no online, contrariando uma certa ideia que poderia medrar de que o online ia dar cabo das rádios pela pulverização.

As variações nos 15-24 também são giríssimas de comparar, nos chamados "novos consumidores": a RFM ganha pelo dobro ou mais à Mega Hits a 7 dias e a 30 dias *no próprio target dela*, a Comercial perde para a RFM, os contactos a 30 dias disparam na CidadeFM e na Mega Hits, mas as variações mais curiosas acontecem nas informativas/generalistas: a RR é sempre mais ouvida que a média de valores nos 15-24 anos, a Antena 1 é quase insignificante no online neste target, a TSF é mesmo virtualmente insignificante que nem a 1% chega a 7 dias, e a Rádio Observador tem também uma quebra materialmente relevante, mas comparativamente não tão grande.

Nota muito negativa para a Antena 3 nisto: não aproveita o diferencial da mesma forma que as rádios jovens. Isto quer dizer que os podcasts colocados e a forma de chegar à emissão das estações nos sites respetivos está profundamente ineficaz, e os programas temáticos da Antena 3 pouco apelam à escuta no online. A trabalhar urgentemente.


A antena 3 como está não serve para nada...

O caminho da antena 3 devolver o canal aos jovens e ser a nossa BBC Rádio 1.

Já chega de andar a brincar ao lero-lero!

sintonia

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 159
Re: Bareme Rádio
« Responder #1413 em: Março 21, 2024, 09:49:06 am »
Dados bastante interessantes. Comprovam que a Smooth FM e a Rádio Observador com melhores redes em FM teriam ainda melhores resultados.

Acho exactamente o mesmo, e eu incluiria ainda mais duas ou três Rádios nessa equação.

Asantosc12

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 693
Re: Bareme Rádio
« Responder #1414 em: Maio 15, 2024, 07:04:18 pm »
A Rádio Comercial reforça a sua liderança com 20,3% AVV e distancia-se da RFM 16,5%. Também a M80 subiu na audiência 8,1%. A Cidade FM continua como rádio jovem mais ouvida (4,1%). Já a Smooth mantém a mesma audiência 1,5%.

Cava-se um grande foço entre o 1 e 2 lugar. Sinceramente a Comercial é melhor rádio que a RFM, mas não creio que seja por valores tão distantes.

Memorias da Radio

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 3067
Re: Bareme Rádio
« Responder #1415 em: Maio 15, 2024, 08:26:52 pm »
Observador cresce de 2.2 para 3.4 na Grande Lisboa e no Grande Porto.
1.1 no Litoral Centro, já!

A informação está a ser avançada no Instagram do Observador.

AG

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2721
  • NSTALGIA
Re: Bareme Rádio
« Responder #1416 em: Maio 15, 2024, 08:58:12 pm »
Observador cresce de 2.2 para 3.4 na Grande Lisboa e no Grande Porto.
1.1 no Litoral Centro, já!

A informação está a ser avançada no Instagram do Observador.
No Grande Porto tem 3,5% (triplicou!) e na Grande Lisboa 3,3% (subida de 22%).

São resultados excelentes - que já se notam na publicidade em antena - e acredito que a Observador esteja relativamente próxima da TSF, sobretudo em Lisboa onde historicamente a TSF é mais frágil que no Norte.

pdnf

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5446
  • Foi a Rádio que fez Abril!
Re: Bareme Rádio
« Responder #1417 em: Maio 15, 2024, 10:38:30 pm »
TSF essa que, aparentemente, estará acima dos 4%, e pelos valores avançados, deverá andar taco a taco com a Cidade FM, consolidando o sétimo lugar no ranking. Só que a Cidade FM está com tendência decrescente a TSF crescente. É caso para dizer que a crise fez bem à TSF. E, se for isso, também pode ser uma lição, as rádios não podem descurar a publicidade. Fale-se bem ou mal... fala-se.

https://www.tsf.pt/2222896015/audiencia-da-tsf-continua-a-crescer-em-2024/
Destaca-se neste bareme que há menos pessoas a ouvir rádio, o que é, naturalmente um ponto negativo, e que deve fazer soar as campainhas no setor.

Em relação à quebra da RFM face à Comercial, vou dar nota que foram finalmente corrigidas as entradas no website da marktest quando os utilizadores estão a preencher o bareme. Tanto bati aqui nisso, alguém deve ter visto e alertado. A RR agora surge como RR - Rádio Renascença (surge pesquisando das duas formas) e a RFM só mesmo por RFM, deixando cair o Renascença FM. Acredito que em Baremes anteriores (não preenchi o primeiro do ano, portanto, não sei se terá sido logo corrigido nesse) pudesse estar a beneficiar de alguma audiência ao engano que fosse para a RR. Parece-me que, pelo que sei, há uma tendência solidificada de crescimento em torno dos 0.5/0.6, o que podrá ser alguma perda que estava ao engano na RFM sendo da Renascença. Mas veremos. Mas acho bem que tenha sido corrigido. Agora, a RFM vai ter de mexer e ter menos medo de arriscar, a diferença começa a ser muito grande. Eu, pessoalmente, acho a RFM mais tragável que a Comercial, até em termos de palylist, mas quer numa, quer noutra, considerando o tipo de rádios que são, ainda prefiro ambas as irmãs mais novas. Até por terem menos tempo de publicidade.
« Última modificação: Maio 15, 2024, 10:41:22 pm por pdnf »
Rádio é:
Ir ao fim da Rua, a ligar Portugal, aconteça o que acontecer.
Mais música nova para sentir (e decidir).
Estar no carro, em casa, em todo o lado, só se quiseres.
Saber que se a vida tem uma música, ela passa-a.
É a arte que toca, mais do que música...PESSOAS. Ah, and all that "unique" soul.

Atento

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5877
Re: Bareme Rádio
« Responder #1418 em: Maio 16, 2024, 01:17:39 am »
Observador cresce de 2.2 para 3.4 na Grande Lisboa e no Grande Porto.
1.1 no Litoral Centro, já!

A informação está a ser avançada no Instagram do Observador.

Isto prova que um modelo como a COPE, SER, Ondacero, RTL, France Inter , BBC4  tem tudo para ser um sucesso no nosso país.

A Observador tem meia dúzia de emissores e um modelo muito minimalista face às emissoras citadas.

Acresce ainda que em muitos horários vive de repetições.

A Antena1 tem recursos humanos para seguir esse modelo internacional que citei...

O grupo r/com merece esse castigo. Espero que continue a cair...
Quem transformou a RR neste modelo minimalista desprezando a Informação,  o desporto e o modelo generalista de palavra merece afundar-se.

Atento

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5877
Re: Bareme Rádio
« Responder #1419 em: Maio 16, 2024, 02:04:06 am »
Aparentemente na RR ainda não saíram da toca para apresentarem os números...

https://rr.sapo.pt/audiencias/tag/6797/

ToLv

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 400
Re: Bareme Rádio
« Responder #1420 em: Maio 16, 2024, 08:13:36 am »
Bareme maio/24

Dados AAV

RC - 20,3%
RFM - 16,5%
M80 - 8,1%
RR - 6,6%
Antena 1 - 5,6%
Cidade FM - 4,1%
TSF - 4,0%
Mega Hits - 2,6%
Antena 3 - 2,1%
Smooth FM - 1,5%
OBS - 1,5%
Nova Era - 1,1%
Antena 2 - 0,7%
Radar - 0,5%
Orbital - 0,4%
Meo Sudoeste - //

Atento

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5877
Re: Bareme Rádio
« Responder #1421 em: Maio 16, 2024, 08:29:04 am »
Bareme maio/24

Dados AAV

RC - 20,3%
RFM - 16,5%
M80 - 8,1%
RR - 6,6%
Antena 1 - 5,6%
Cidade FM - 4,1%
TSF - 4,0%
Mega Hits - 2,6%
Antena 3 - 2,1%
Smooth FM - 1,5%
OBS - 1,5%
Nova Era - 1,1%
Antena 2 - 0,7%
Radar - 0,5%
Orbital - 0,4%
Meo Sudoeste - //


A RR já deve estar atrás da Antena1. Continua a ter oxigénio artificial fruto de um certo mediatismo do circo das manhãs.

Bem a Antena 2.

A Antena 3 ainda não deve refletir a mudança na programação.


As 3 antenas precisam de promoção. As que vão à frente têm muita promoção.

pdnf

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5446
  • Foi a Rádio que fez Abril!
Re: Bareme Rádio
« Responder #1422 em: Maio 16, 2024, 10:04:21 am »
Bareme maio/24

Dados AAV

RC - 20,3%
RFM - 16,5%
M80 - 8,1%
RR - 6,6%
Antena 1 - 5,6%
Cidade FM - 4,1%
TSF - 4,0%
Mega Hits - 2,6%
Antena 3 - 2,1%
Smooth FM - 1,5%
OBS - 1,5%
Nova Era - 1,1%
Antena 2 - 0,7%
Radar - 0,5%
Orbital - 0,4%
Meo Sudoeste - //


A RR já deve estar atrás da Antena1. Continua a ter oxigénio artificial fruto de um certo mediatismo do circo das manhãs.

Bem a Antena 2.

A Antena 3 ainda não deve refletir a mudança na programação.


As 3 antenas precisam de promoção. As que vão à frente têm muita promoção.
Confirma-se o que oficiosamente me constou, a RR com o tal "crescimento" consolidado de 0.6, os tais que entendo que estariam artificialmente na RFM.
Claro que as rádios do Estado precisam de promoção. À Antena 3 bastava uns eventos nas Universidades e umas publicidades nos bus, e a coisa dava-se, seguramente para passar a Mega, mas é curto, uma vez que tem uma rede nacional, tem de ambicionar chegar aos calcanhares da Cidade FM. A meta teria de ser os 5%, no mínimo.
Bom, eu não sei como é que os Estados Gerais na Buraca ainda não reuniram. Não sei não. Sei o que fazia se fosse parte do Conselho de Gerência, mudança de treinador, chicotada psicológica.
Vejamos o impacto dos mais recentes eventos nos próximos Baremes, que acredito que possam ser positivos: Espetáculos de Joana Marques e Anda Paula (RR), "a espécie de festival" (RFM) e as Queimas e Festivais na Mega.

Entretanto, M80 a ter um resultado que pode ser perigoso para a RFM na grande Lisboa:
https://m80.pt/noticias/152227/m80-regista-forte-crecimento-de-audiencia-em-lisboa

Smooth, vejam lá se tratam de resolver os problemas na rede no Porto, para chegarem aos 2%
A Observador cresce tanto... mas fica na mesma com 1.5%? Há algo que me está a escapar.
Rádio é:
Ir ao fim da Rua, a ligar Portugal, aconteça o que acontecer.
Mais música nova para sentir (e decidir).
Estar no carro, em casa, em todo o lado, só se quiseres.
Saber que se a vida tem uma música, ela passa-a.
É a arte que toca, mais do que música...PESSOAS. Ah, and all that "unique" soul.

radiokilledtheMTVstar

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 3605
  • "Quintão e Costa, a dupla que o povo gosta!"
Re: Bareme Rádio
« Responder #1423 em: Maio 16, 2024, 10:46:58 am »
Antena 3 ainda sem contabilizadas as mudanças já muito perto da "Mega Influencers". Boa notícia.

Entretanto penso que a Comercial está na fase de absoluta de liderança à lá RFM anos 2000 onde por mais que a rádio das 3 letras faça alguma coisa não conseguirá chegar muito perto. Playlist com muitos "vicios" e canções a passar 3/4 vezes por dia há meses e meses e neste momento as tardes estão muito atrás da RFM.

Grande resultado da Observador, a Tarde Política deve estar a dar resultado coisa que sinceramente não esperava.

Enviado do meu 21091116UG através do Tapatalk

ruicleto

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 695
Re: Bareme Rádio
« Responder #1424 em: Maio 16, 2024, 11:05:32 am »
Nunca fui ouvido nas sondagens, mas fica aqui a minha preferência atual em seis prioridades:
1- Antena 2
2- TSF
3- M80
4- SMOOTH FM (quando consigo captar em condições - em Viseu é muito difícil)
5- RR
6- RCI (local de Viseu)