Autor Tópico: Rádio Portuense  (Lida 22515 vezes)

Memorias da Radio

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2931
Re: Rádio Portuense
« Responder #60 em: Dezembro 18, 2021, 08:39:21 pm »
Isto chega a ser suspeito, esta insistência sempre no mesmo programa... da mesma maneira...

Zeca 2021

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1025
Re: Rádio Portuense
« Responder #61 em: Dezembro 18, 2021, 11:44:39 pm »
Isto chega a ser suspeito, esta insistência sempre no mesmo programa... da mesma maneira...

?!
Não meu caro, ninguém me paga para falar desta ou daquela rádio ou deste ou daquele programa.
Falei neste pois acho que o Rock faz falta na rádio em Portugal e como no FM apenas existe um ou dois tipos de rock, falei neste pois no ON line há coisas interessantes a esse nivel.
Aproveito para dizer que nasceu mais uma rádio dedicada inteiramente ao Heavy Metal em Portugal, no on line, 24 horas por dia.
Essas questões sobre suspeitas devem ser direcionadas para muitos daqui que devem andar por aqui e ao mesmo tempo a trabalhar em certos grupos e usam e abusam deste forum para malhar em jornalistas, rádios e promover as suas.

Zeca 2021

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1025
Re: Rádio Portuense
« Responder #62 em: Maio 14, 2022, 06:28:06 pm »
Uma passagem pelas redes sociais da rádio on  line durante os jogos do FCPorto, e facilmente se percebe os milhares de pessoas que escutam o relato pelas redes sociais da rádio, sem contar com a emissão em simultaneo no Porto Canal.
A titulo de exemplo, a publicação na pagina de facebook da Rádio onde transmitem o relato tinha mais de 100 partilhas e centenas de comentários num pequeno espaço de 10 minutos.
A Golo FM indicava 59 on line e 5 partilhas. Pode nada significar mas pode significar muito.
Como hoje em casa as redes sociais são quem manda, acredito que este projecto on line de rádio deve subir muito nas audiências nos relatos do Porto e do Boavista.
A TSF e Antena 1 e RR estão mortas nas redes sociais.
« Última modificação: Maio 14, 2022, 06:43:12 pm por Zeca 2021 »

Zeca 2021

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1025
Re: Rádio Portuense
« Responder #63 em: Julho 01, 2022, 09:41:20 pm »
A Rádio Portuense a relatar a seleção feminina de futebol de salão. Curioso, uma rádio on line a relatar muita modalidade.

Julio Carvalho

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 3737
Re: Rádio Portuense
« Responder #64 em: Agosto 05, 2022, 09:00:05 pm »
Terminou a colaboração da Rádio Portuense com o FCPoto, através do Porto Canal.

A decisão foi do Porto, que a Portuense considera injusta.

Memorias da Radio

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2931
Re: Rádio Portuense
« Responder #65 em: Agosto 05, 2022, 09:03:02 pm »
Terminou a colaboração da Rádio Portuense com o FCPoto, através do Porto Canal.

A decisão foi do Porto, que a Portuense considera injusta.

Devia ser agora uma das que está em FM

Zeca 2021

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1025
Re: Rádio Portuense
« Responder #66 em: Agosto 08, 2022, 01:05:53 am »
Só no Facebook a rádio teve cerca 55 mil acessos durante o relato do Porto - Marítimo e mais de 1500 comentários durante o relato. Acho isto um valor impressionante.
A parceria de facto terminou e saltou para o Porto Canal o Edmundo Lisboa que esteve em tempos na Rádio 5.

Julio Carvalho

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 3737
Re: Rádio Portuense
« Responder #67 em: Agosto 08, 2022, 11:32:22 am »
Mas circula a informação, nos metideros, que a verdadeira razão para que o FCPoto decidisse pelo fim da parceria, deve - se a que a Portuense, ou os seus dois responsáveis, estão a apoiar uma candidatura presidencial que não é do agrado de Pinto da Costa e da estrutura portista.

Zeca, isto confirmar-se?

Zeca 2021

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1025
Re: Rádio Portuense
« Responder #68 em: Agosto 08, 2022, 12:53:17 pm »
Por aquilo que já consegui saber, houve um claro equivoco do Porto Media que confundiu as pessoas da rádio com uma pagina de rede sociai afecta a pessoas ligadas a candidaturas, sendo a dupla que relata completamente alheia ao que lá se escreveu.
A consequência é que a Rádio apanhou por tabela e houve uma opção da Porto Media fechar de um dia para o outro os relatos via Porto Canal com a Portuense, sem confirmar os factos.
A reação nas redes socias da rádio, por aquilo que vou lendo, é enorme, com centenas e centenas de criticas ao FCPorto.
Uma errada atitude do clube que não aproveitou as boas audiências que tinham nesse período, ainda para mais quando a Rádio relatava os jogos das modalidades como Andebol e Hoquei.

 
« Última modificação: Agosto 08, 2022, 12:58:54 pm por Zeca 2021 »

radiokilledtheMTVstar

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 3496
  • "Quintão e Costa, a dupla que o povo gosta!"
Re: Rádio Portuense
« Responder #69 em: Agosto 08, 2022, 02:22:30 pm »
Mesmo com esse afastamento, pelo menos no sábado relataram a partir do Dragão normalmente.

Memorias da Radio

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2931
Re: Rádio Portuense
« Responder #70 em: Agosto 08, 2022, 05:58:30 pm »
Mas circula a informação, nos metideros, que a verdadeira razão para que o FCPoto decidisse pelo fim da parceria, deve - se a que a Portuense, ou os seus dois responsáveis, estão a apoiar uma candidatura presidencial que não é do agrado de Pinto da Costa e da estrutura portista.

Zeca, isto confirmar-se?

Os responsáveis levaram a webrádio ao ego e não resistiu… um clássico da rádio portuguesa.

Pessoalizar demais uma estação tem destas coisas. Não é a primeira, nem será a última vez que acontece. E toda a gente se esquece da força do FCP e da estrutura atual do Pinto da Costa - que é vencedora, e queiramos ou não é o que interessa no fim do dia, porque confere a força em € que é necessária para o clube.

Que sirva de lição a quem dirige a Portuense e que consigam arranjar formas alternativas de emendar a mão.

pdnf

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5110
  • Não calem os 105.3!
Re: Rádio Portuense
« Responder #71 em: Agosto 08, 2022, 08:59:47 pm »
Mas circula a informação, nos metideros, que a verdadeira razão para que o FCPoto decidisse pelo fim da parceria, deve - se a que a Portuense, ou os seus dois responsáveis, estão a apoiar uma candidatura presidencial que não é do agrado de Pinto da Costa e da estrutura portista.

Zeca, isto confirmar-se?

Os responsáveis levaram a webrádio ao ego e não resistiu… um clássico da rádio portuguesa.

Pessoalizar demais uma estação tem destas coisas. Não é a primeira, nem será a última vez que acontece. E toda a gente se esquece da força do FCP e da estrutura atual do Pinto da Costa - que é vencedora, e queiramos ou não é o que interessa no fim do dia, porque confere a força em € que é necessária para o clube.

Que sirva de lição a quem dirige a Portuense e que consigam arranjar formas alternativas de emendar a mão.

Para mim a grande questão é: será que uma rádio sem FM (DAB no futuro) tem, a longo prazo, verdadeiramente capacidade de sobreviver? Honestamente, tenho dúvidas muito fundadas.
Rádio é:
Ir ao fim da Rua, a ligar Portugal, aconteça o que acontecer.
Mais música nova para sentir (e decidir).
Estar no carro, em casa, em todo o lado, só se quiseres.
Saber que se a vida tem uma música, ela passa-a.
É a arte que toca, mais do que música...PESSOAS. Ah, and all that "unique" soul.

Atento

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5623
Re: Rádio Portuense
« Responder #72 em: Agosto 08, 2022, 09:10:25 pm »
Mas circula a informação, nos metideros, que a verdadeira razão para que o FCPoto decidisse pelo fim da parceria, deve - se a que a Portuense, ou os seus dois responsáveis, estão a apoiar uma candidatura presidencial que não é do agrado de Pinto da Costa e da estrutura portista.

Zeca, isto confirmar-se?

Os responsáveis levaram a webrádio ao ego e não resistiu… um clássico da rádio portuguesa.

Pessoalizar demais uma estação tem destas coisas. Não é a primeira, nem será a última vez que acontece. E toda a gente se esquece da força do FCP e da estrutura atual do Pinto da Costa - que é vencedora, e queiramos ou não é o que interessa no fim do dia, porque confere a força em € que é necessária para o clube.

Que sirva de lição a quem dirige a Portuense e que consigam arranjar formas alternativas de emendar a mão.

Para mim a grande questão é: será que uma rádio sem FM (DAB no futuro) tem, a longo prazo, verdadeiramente capacidade de sobreviver? Honestamente, tenho dúvidas muito fundadas.


Terá quando o FM for obsoleto em Portugal...

Terá quando houver um verdadeiro investimento no digital...

Zeca 2021

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1025
Re: Rádio Portuense
« Responder #73 em: Agosto 09, 2022, 10:47:49 am »
Mas circula a informação, nos metideros, que a verdadeira razão para que o FCPoto decidisse pelo fim da parceria, deve - se a que a Portuense, ou os seus dois responsáveis, estão a apoiar uma candidatura presidencial que não é do agrado de Pinto da Costa e da estrutura portista.

Zeca, isto confirmar-se?

Os responsáveis levaram a webrádio ao ego e não resistiu… um clássico da rádio portuguesa.

Pessoalizar demais uma estação tem destas coisas. Não é a primeira, nem será a última vez que acontece. E toda a gente se esquece da força do FCP e da estrutura atual do Pinto da Costa - que é vencedora, e queiramos ou não é o que interessa no fim do dia, porque confere a força em € que é necessária para o clube.

Que sirva de lição a quem dirige a Portuense e que consigam arranjar formas alternativas de emendar a mão.

Mas neste caso tudo resulta de um grande equivoco do Porto Canal pois os rapazes da rádio nada têm a ver com candidaturas do clube e apenas lá estão por paixão ao relato da bola, à rádio e neste caso coincide com o clube de coração.

joao_s

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 851
Re: Rádio Portuense
« Responder #74 em: Agosto 09, 2022, 01:03:31 pm »
(...)
Para mim a grande questão é: será que uma rádio sem FM (DAB no futuro) tem, a longo prazo, verdadeiramente capacidade de sobreviver? Honestamente, tenho dúvidas muito fundadas.


Terá quando o FM for obsoleto em Portugal...

Terá quando houver um verdadeiro investimento no digital...

Em Portugal ou qualquer outro país europeu, o FM está obsoleto. Vejamos com este exemplo, aquilo que para qualquer consumidor seria inaceitável:

A) Faz uma chamada telefónica e tem o som imerso em ruído;
B) Os routers dos vizinhos interferem com o seu. Há dias que tem Internet, outros em que não tem acesso ao serviço;
C) Dispõe de um pacote reduzido de canais de TV, que interferem mutuamente. A qualidade de imagem e de som varia em função das interferências. Os seus conhecidos não têm essa limitação de canais, estes não interferem, veem o que querem, não estão sujeitos ao que lhes querem impingir, numa oferta redutora, idêntica, vazia, sem substância.
D) Faz uma videochamada para os familiares no estrangeiro. Estes têm imagem e som com fidelidade, no lado de cá, sobreposição, cortes e interferências.
Perante este cenário, reclama junto do operador, cancela o serviço e muda de operador. Trata-se de um serviço tecnicamente inaceitável.

Com o FM o caso é análogo. O principal defeito reside no conjunto de interferências, principalmente quando surgem as propagações esporádicas, fenómeno caracterizado pelo  efeito de vórtice na atmosfera que possibilita a  propagação de sinais de rádio em arco, projetando-os a grandes distâncias: dentro do mesmo país, entre países vizinhos, de toda a parte. Caso coincidam com a frequência de um emissor da sua área, existe degradação de sinal (interferência), podendo, eventualmente, cancelar o som da estação que quer escutar, interferência provocada pela sobreposição de ondas de rádio que se anulam mutuamente. Isto é tecnicamente inaceitável para os padrões atuais, um defeito intrínseco desta tecnologia analógica que tem 1 século.

Outro grande defeito consiste na limitação do espetro radioelétrico, ie, o número de estações que a tecnologia comporta, sem afetar o bom funcionamento em condições normais (nas esporádicas é para esquecer, o fenómeno é incontrolável). De facto, o número de estações é reduzido (sem grandes alternativas), limitativo para o funcionamento do mercado. Rádios como a ‘Observador’ que pretendam ter a ambição de emitir para todo o país, deviam de ter hipótese de concretizar esse desígnio. Como está atualmente, tal não é possível. Por exemplo, nesta zona a ‘Observador’ não se ouve.

Investimento? Já houve verba para tal. 11 milhões de euros “torrados” numa operação secreta que ninguém teve conhecimento. Quando existiu, o DAB foi do total desconhecimento dos ouvintes, ninguém conheceu a tecnologia, nem sequer os benefícios da mesma. Quem é que se abotoou com a “massa”?

Viva o FM! Relíquia do passado.