Autor Tópico: Rádio Sudoeste  (Lida 35291 vezes)

Atento

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5793
Re: Rádio Sudoeste
« Responder #15 em: Abril 20, 2018, 04:33:04 pm »
Era bom e correcto libertar a frequencia de Gondomar para o concelho. Não falta quem queira fazer rádio em Gondomar. Rádios on line já há. Ter uma frequência local ocupada por gente que não cria um único emprego no concelho e utiliza a frequência unicamente para vender a publicidade á AMPorto, altera o fim para a qual a rádio local nasceu. Libertem a frequência de Gondomar ao concelho e acabem com a palhaçada das ocupações de rádio no Grande Porto. A Rádio lisboeta MEO , a juntar ao cemitério de rádios que foram surgindo nos grandes grupos, ocupando rádios do Porto, para terem o mesmo fim, acabarem pois o projecto não tinha pernas para andar. Este foi mais um exemplo. O próximo irá ser outro igual, desde a Capital. Porque motivo este país permite que os concelhos não tenham uma rádio com a qual as pessoas se possam identificar, e permite que o poder econômico use e abuse de frequências locais, que nada dizem ao concelho onde está o emissor ?

Seria mais proveitoso colocar nessa frequência a RDP-África.

As rádios locais, com honrosas exceções, não fazem a diferença. Começa a não fazer muito sentido a sua existência. Apenas atrapalham no espectro.

A maioria limita-se a passar música e as informações sobre o concelho são escassas ou inexistentes. Há, como disse, honrosas exceções.

O ideal seria criar rádios distritais/regionais, que cumprissem rigorosamente aquilo que é exigido: informar e dar voz aos atores e populações locais.
De acordo com a segunda parte do post. As rádios locais tem de ganhar escala para um nível distrital/regional em ordem a se tornarem sustentáveis. De certa forma, é o que já tem acontecido nos últimos anos (Nova Era, por exemplo). Se repararmos, mesmo aquelas que só operam numa frequência só são bem sucedidas porque tem um alcance bem superior ao seu concelho (Top FM de Sever do Vouga, Rádio Fóia).

Quanto à RDP África, na minha óptica não faz sentido a sua existência em Portugal Continental. As frequências onde operam deviam ser devolvidas à iniciativa privada - os 101,5 lisboetas eram da CMR antes de irem para a Rede Sul - ou em alternativa criar a Antena 4, uma rádio de informação e desporto (bem mais abrangente e de serviço público que o nicho que é a RDP África), e nesse caso, ocupariam os 91,5 no Porto que estão 'abandonados' desde 1990, com a ida da Press para a Rede Norte.

Caro AG, análise correta.

Creio que era importante a RDP ter no seu portefólio uma rádio dedicada ao desporto e à informação de âmbito  internacional, nacional e regional, apostando, para o efeito, nas frequências da RDP-África e potenciando a onda média. Porém, como temos verificado, assistimos um pouco por todo lado o desinvestimento na onda média e, em Portugal, essa tendência também está a ser seguida.

Neste sentido, tudo continuará como está...

Gervasio

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 26
Re: Rádio Sudoeste
« Responder #16 em: Abril 20, 2018, 04:50:04 pm »
Não me digam que esse festival de rádio é mesmo a Rádio Festival que passa a chegar a Lisboa. Que ironia seria,  pois o pessoal queixa-se que as rádios de Lisboa vão para o Porto e desta vez aconteceria o contrário.

ToLv

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 398
Re: Rádio Sudoeste
« Responder #17 em: Abril 20, 2018, 05:53:09 pm »
Não me digam que esse festival de rádio é mesmo a Rádio Festival que passa a chegar a Lisboa. Que ironia seria,  pois o pessoal queixa-se que as rádios de Lisboa vão para o Porto e desta vez aconteceria o contrário.

Que rádio é essa de que fala?

pdf

  • Visitante
Re: Rádio Sudoeste
« Responder #18 em: Abril 20, 2018, 06:15:48 pm »
Não me digam que esse festival de rádio é mesmo a Rádio Festival que passa a chegar a Lisboa. Que ironia seria,  pois o pessoal queixa-se que as rádios de Lisboa vão para o Porto e desta vez aconteceria o contrário.

Que rádio é essa de que fala?

?

Não conhece a Rádio Festival?

Ontopic:

Tudo é possível. No entanto, não me parece que seja o que vai acontecer. O target da Rádio Festival em Lisboa já está servido por dois emissores dentro do mesmo grupo: 92,0 e 100,6 MHz. Da Rádio Amália, claro está: apontada à mesma faixa demográfica mas atendendo à realidade lisboeta, incidindo muito no fado - género musical que também ocupa algum espaço de programação na Rádio Festival. Uma rádio bairrista, com muita história no Porto e feita à imagem das gentes da invicta, que dificilmente vingaria na capital. Essa tese/possibilidade sempre foi descartável e descartada. Não faz sentido.

O que vai acontecer - e isto é apenas o meu palpite - é a reformulação ligeira do produto já existente, sem muitas diferenças. Um novo nome, talvez, ou quase de certeza. Mas manter-se-á a associação ao mundo dos festivais do grupo MnC. Podem até achar pouco plausível ou redundante, uma vez que até já existe uma SBSR e é também nome de festival, mas também não podemos esquecer-nos que o grupo promove mais festivais, nem sempre patrocinados/apoiados pela mesma marca em questão. Neste caso, a MEO.

A esta mudança também não será alheio, até por uma questão de imagem, o final do serviço MEO Music. Mais um palpite, mas julgo fazer sentido.

O que me parece é que pouco irá mudar. Mas posso estar enganado, como já disse. A ouvir vamos.

estvmkt

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2194
Re: Rádio Sudoeste
« Responder #19 em: Abril 20, 2018, 06:19:56 pm »
Ou emissores deslocalizados.
Aqui na zona digo de passagem que as melhores locais são as que teem emissor no Caramulo ou em Vouzela...
Mas há um caso curioso que permite cobrir uma vasta região. A Rádio Lafoes: emissor principal no Sao Macario para cobrir a região. Micro emissor na Gravia para cobrir parte do concelho e também os concelhos de Vouzela e Oliveira de Frades. Por fim o micro emissor na cidade para...a cidade...
Outro caso a Rádio Arganil com um super micro emissor...
A RCI de Viseu com emissor no concelho de Vouzela consegue ouvir se bem na região bem como na cidade de Viriato graças à micro cobertura.Agora outras rádios com locais menos beneficos a cobertura será fraca. Exemplo disso mesmo a antiga rádio de Santa Comba Dão ou até mesmo a Rádio Jornal do Centro. Ou o antigo emissor da Cidade Fm Viseu. Saim da area de cobertura e morria logo o sinal.

João Lima

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 3
Re: Rádio Sudoeste
« Responder #20 em: Abril 20, 2018, 06:24:32 pm »
Não me digam que esse festival de rádio é mesmo a Rádio Festival que passa a chegar a Lisboa. Que ironia seria,  pois o pessoal queixa-se que as rádios de Lisboa vão para o Porto e desta vez aconteceria o contrário.

Que rádio é essa de que fala?
A Rádio Festival é tão somente uma das rádios portuguesas mais antigas. Desconhecer a Rádio Festival é fácil denotar que o eixo Seixal / Alverca é o limite do céu
 

pdf

  • Visitante
Re: Rádio Sudoeste
« Responder #21 em: Abril 20, 2018, 06:24:44 pm »
(...)Mas há um caso curioso que permite cobrir uma vasta região. A Rádio Lafoes: emissor principal no Sao Macario para cobrir a região. Micro emissor na Gravia para cobrir parte do concelho e também os concelhos de Vouzela e Oliveira de Frades. Por fim o micro emissor na cidade para...a cidade...

Em muitos casos, e em zonas fora da interferência dos 95,5 MHz da Record Porto, os 95,4 escutam-se em melhores condições que os 93,0, na região centro (eixo Aveiro/Coimbra).

radiokilledtheMTVstar

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 3575
  • "Quintão e Costa, a dupla que o povo gosta!"
Re: Rádio Sudoeste
« Responder #22 em: Abril 20, 2018, 06:26:50 pm »
Uma solução óbvia mas interessante nesta altura para isto seria uma rádio de hip-hop. Levaríamos com muito lixo como Lil Pumps e Pirukas que andam a passar pelo Sudoeste mas também era uma oportunidade para ter mais programas de autor de qualidade no género.

João Lima

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 3
Re: Rádio Sudoeste
« Responder #23 em: Abril 20, 2018, 06:30:27 pm »
Não me digam que esse festival de rádio é mesmo a Rádio Festival que passa a chegar a Lisboa. Que ironia seria,  pois o pessoal queixa-se que as rádios de Lisboa vão para o Porto e desta vez aconteceria o contrário.
Fique descansado que não é a Festival nem outra rádio com sotaque diferente do lisboeta. O sotaque lisboeta reluz no universo nacional e assim irá perdurar. Utopias.

pdf

  • Visitante
Re: Rádio Sudoeste
« Responder #24 em: Abril 20, 2018, 06:35:16 pm »
Uma solução óbvia mas interessante nesta altura para isto seria uma rádio de hip-hop. Levaríamos com muito lixo como Lil Pumps e Pirukas que andam a passar pelo Sudoeste mas também era uma oportunidade para ter mais programas de autor de qualidade no género.

Não me parece que se justifique. Os sons mais comerciais dentro do género já passam amiúde nas do costume. Outros artistas podemos ouvir em programas de autor noutras rádios, como a Antena 3 e a Vodafone FM.

Relembro que a programação da Cidade já incidiu fortemente no hip hop mais comercial e mudaram de rumo.

João Lima

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 3
Re: Rádio Sudoeste
« Responder #25 em: Abril 20, 2018, 06:50:31 pm »
Não me digam que esse festival de rádio é mesmo a Rádio Festival que passa a chegar a Lisboa. Que ironia seria,  pois o pessoal queixa-se que as rádios de Lisboa vão para o Porto e desta vez aconteceria o contrário.

Que rádio é essa de que fala?

?

Não conhece a Rádio Festival?

Ontopic:

Tudo é possível. No entanto, não me parece que seja o que vai acontecer. O target da Rádio Festival em Lisboa já está servido por dois emissores dentro do mesmo grupo: 92,0 e 100,6 MHz. Da Rádio Amália, claro está: apontada à mesma faixa demográfica mas atendendo à realidade lisboeta, incidindo muito no fado - género musical que também ocupa algum espaço de programação na Rádio Festival. Uma rádio bairrista, com muita história no Porto e feita à imagem das gentes da invicta, que dificilmente vingaria na capital. Essa tese/possibilidade sempre foi descartável e descartada. Não faz sentido.

O que vai acontecer - e isto é apenas o meu palpite - é a reformulação ligeira do produto já existente, sem muitas diferenças. Um novo nome, talvez, ou quase de certeza. Mas manter-se-á a associação ao mundo dos festivais do grupo MnC. Podem até achar pouco plausível ou redundante, uma vez que até já existe uma SBSR e é também nome de festival, mas também não podemos esquecer-nos que o grupo promove mais festivais, nem sempre patrocinados/apoiados pela mesma marca em questão. Neste caso, a MEO.

A esta mudança também não será alheio, até por uma questão de imagem, o final do serviço MEO Music. Mais um palpite, mas julgo fazer sentido.

O que me parece é que pouco irá mudar. Mas posso estar enganado, como já disse. A ouvir vamos.
Rádio Festival bairrista ?
Curioso.. anda por aí muito desconhecimento.
Senão vejamos :
A Rádio pertence a um grupo lisboeta.
Não tem programas de autor.
Não tem futebol
Passa música popular e fado, tal como muitas outras.
Não tem qualquer tipo de programação relacionada com o Porto.
Não promove qualquer tipo de actividade cultural da cidade.
É apenas uma rádio com estúdios no Porto. Já foi tempo ser uma rádio bairrista que até teve um diretor Benfiquista, curioso. Veja -se o bairrismo ....
Têm uma festa popular todos os anos, como muitas outras.
No S João lá se dedica às rusgas. Apenas aqui faz alguma coisa da cidade. Tirando isso, pouco há a cheirar a Porto.
Será que as rádios de Lisboa não são todas elas muito mais bairristas pela Capital , pois parecem rádios locais de Lisboa ? Será que essa ideia de bairrismo não é mais do que utopia lisboeta sobre os outros, quando basta escutar todas as rádios da Capital, e encontramos bairrismo puro e duro alfacinha, onde o país não tem voz ou significado ?
Hoje em dia , a Rádio Nova cheira muito mais a Porto que a Festival. Promove o Porto como nenhuma outra e nem futebol possui. Bairrismo na Rádio do Porto hoje em dia é agulha no palheiro pois não há rádio no Porto praticamente.
« Última modificação: Abril 20, 2018, 07:01:08 pm por João Lima »

visonorte

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 14
Re: Rádio Sudoeste
« Responder #26 em: Abril 20, 2018, 06:54:35 pm »
Aposto numa transmissão para Lisboa da Rádio Nova Era...

pdf

  • Visitante
Re: Rádio Sudoeste
« Responder #27 em: Abril 20, 2018, 07:06:55 pm »
Não me digam que esse festival de rádio é mesmo a Rádio Festival que passa a chegar a Lisboa. Que ironia seria,  pois o pessoal queixa-se que as rádios de Lisboa vão para o Porto e desta vez aconteceria o contrário.

Que rádio é essa de que fala?

?

Não conhece a Rádio Festival?

Ontopic:

Tudo é possível. No entanto, não me parece que seja o que vai acontecer. O target da Rádio Festival em Lisboa já está servido por dois emissores dentro do mesmo grupo: 92,0 e 100,6 MHz. Da Rádio Amália, claro está: apontada à mesma faixa demográfica mas atendendo à realidade lisboeta, incidindo muito no fado - género musical que também ocupa algum espaço de programação na Rádio Festival. Uma rádio bairrista, com muita história no Porto e feita à imagem das gentes da invicta, que dificilmente vingaria na capital. Essa tese/possibilidade sempre foi descartável e descartada. Não faz sentido.

O que vai acontecer - e isto é apenas o meu palpite - é a reformulação ligeira do produto já existente, sem muitas diferenças. Um novo nome, talvez, ou quase de certeza. Mas manter-se-á a associação ao mundo dos festivais do grupo MnC. Podem até achar pouco plausível ou redundante, uma vez que até já existe uma SBSR e é também nome de festival, mas também não podemos esquecer-nos que o grupo promove mais festivais, nem sempre patrocinados/apoiados pela mesma marca em questão. Neste caso, a MEO.

A esta mudança também não será alheio, até por uma questão de imagem, o final do serviço MEO Music. Mais um palpite, mas julgo fazer sentido.

O que me parece é que pouco irá mudar. Mas posso estar enganado, como já disse. A ouvir vamos.
Rádio Festival bairrista ?
Curioso.. anda por aí muito desconhecimento.
Senão vejamos :
A Rádio pertence a um grupo lisboeta.
Não tem programas de autor.
Não tem futebol
Passa música popular e fado, tal como muitas outras.
Não tem qualquer tipo de programação relacionada com o Porto.
Não promove qualquer tipo de actividade cultural da cidade.
É apenas uma rádio com estúdios no Porto. Já foi tempo ser uma rádio bairrista que até teve um diretor Benfiquista, curioso. Veja -se o bairrismo ....
Têm uma festa popular todos os anos, como muitas outras.
No S João lá se dedica às rusgas. Apenas aqui faz alguma coisa da cidade. Tirando isso, pouco há a cheirar a Porto.
Será que as rádios de Lisboa não são todas elas muito mais bairristas pela Capital , pois parecem rádios locais de Lisboa ? Será que essa ideia de bairrismo não é mais do que utopia lisboeta sobre os outros, quando basta escutar todas as rádios da Capital, e encontramos bairrismo puro e duro alfacinha, onde o país não tem voz ou significado ?
Hoje em dia , a Rádio Nova cheira muito mais a Porto que a Festival. Promove o Porto como nenhuma outra e nem futebol possui. Bairrismo na Rádio do Porto hoje em dia é agulha no palheiro pois não há rádio no Porto praticamente.

A meio caminho de um novo ban...

radiokilledtheMTVstar

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 3575
  • "Quintão e Costa, a dupla que o povo gosta!"
Re: Rádio Sudoeste
« Responder #28 em: Abril 20, 2018, 07:10:03 pm »
A Nova Era também cheira muito a Porto, está todos os dias na rua e as Manhãs repletas de sotaque e com o "Quem é do Norte Sabe...". Tinha potencial em Lisboa mas se fosse para lá saberíamos todos o que ia acontecer.
Quanto à Festival nunca percebi porque não transmite os relatos pelo menos do FC Porto, até à criação da Rádio Portuense nenhuma local o fazia e o Boavista nem sequer tinha relatos até à chegada da Golo FM, ao contrário de Lisboa onde penso que ainda há algumas locais com relatos.

pdf

  • Visitante
Re: Rádio Sudoeste
« Responder #29 em: Abril 20, 2018, 07:11:06 pm »
Aposto numa transmissão para Lisboa da Rádio Nova Era...

Não vai acontecer.