Autor Tópico: RARET - Rádio Europa Livre  (Lida 534 vezes)

CT1GZB

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 39
    • Ver Perfil
RARET - Rádio Europa Livre
« em: Novembro 10, 2021, 06:20:55 pm »
Boas.
Com a criação da primeira série portuguesa na Netflix "Glória", veio dar a conhecer a RARET desconhecida para muitos portugueses.
Os adereços foram muito bem escolhidos como automóveis e varias marcas da época com os seus logótipos.

Poderão ler mais em: https://www.aminharadio.com/radio/raret_raret



Viva a Rádio!!!

ruicleto

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 239
    • Ver Perfil
Re: RARET - Rádio Europa Livre
« Responder #1 em: Novembro 10, 2021, 11:51:41 pm »
Belo artigo histórico. Obrigado.

pdnf

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1027
    • Ver Perfil
Re: RARET - Rádio Europa Livre
« Responder #2 em: Novembro 11, 2021, 01:29:14 am »
Obrigado pela partilha. Ajuda, sem dúvida a contextualizar muito do que se vê na série!

3 questões:

1. Se a ideia era erradiar para a Europa de Leste, estando Munique muito mais próximo do que Portugal, porque não erradiar de lá diretamente? Ou seja, a emissão vem de Munique para Portugal e de Portugal segue para a Alemanha de Leste. Porque acontecia isso? EM AM é diferente de FM, chega melhor se estivermos mais distantes do emissor?

2. As interferências referidas no artigo, inclusive nos limpa parabrisas: como se justifica este fenómeno? É suposto na proximidade aos emissores existirem estes fenómenos "paranormais"? Presumo que a tecnologia atual dilua muitos desses problemas.

3. A série: logo no primeiro episódio vê-se a entrada de um parque emissor com inúmeras antenas. À entrada, posso estar enganado mas parece dizer RTP. Tendo em conta que as antenas foram desativadas e que não iriam montar só para a série, que centro emissor é o que se vê?

Obrigado!

Luis Carvalho

  • Administrator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 816
    • Ver Perfil
Re: RARET - Rádio Europa Livre
« Responder #3 em: Novembro 11, 2021, 01:51:19 am »
Obrigado pela partilha. Ajuda, sem dúvida a contextualizar muito do que se vê na série!

3 questões:

1. Se a ideia era erradiar para a Europa de Leste, estando Munique muito mais próximo do que Portugal, porque não erradiar de lá diretamente? Ou seja, a emissão vem de Munique para Portugal e de Portugal segue para a Alemanha de Leste. Porque acontecia isso? EM AM é diferente de FM, chega melhor se estivermos mais distantes do emissor?

2. As interferências referidas no artigo, inclusive nos limpa parabrisas: como se justifica este fenómeno? É suposto na proximidade aos emissores existirem estes fenómenos "paranormais"? Presumo que a tecnologia atual dilua muitos desses problemas.

3. A série: logo no primeiro episódio vê-se a entrada de um parque emissor com inúmeras antenas. À entrada, posso estar enganado mas parece dizer RTP. Tendo em conta que as antenas foram desativadas e que não iriam montar só para a série, que centro emissor é o que se vê?

Obrigado!

pdnf (e demais interessados):

Nem a propósito, escrevi um artigo cuja leitura recomendo vivamente:

"Glória": alguns aspectos técnicos para melhor se compreender a série
Cumprimentos,
Luís Carvalho

Administrador do "Fórum da Rádio"

Luis Carvalho

  • Administrator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 816
    • Ver Perfil
Re: RARET - Rádio Europa Livre
« Responder #4 em: Novembro 11, 2021, 01:54:01 am »
Já agora, se alguém continuar com dúvidas depois de ler o meu artigo, sinta-se à vontade para as colocar neste tópico.
Cumprimentos,
Luís Carvalho

Administrador do "Fórum da Rádio"

MCastro

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 25
    • Ver Perfil
Re: RARET - Rádio Europa Livre
« Responder #5 em: Novembro 11, 2021, 02:18:23 am »
Obrigado pela partilha. Ajuda, sem dúvida a contextualizar muito do que se vê na série!

3 questões:

1. Se a ideia era erradiar para a Europa de Leste, estando Munique muito mais próximo do que Portugal, porque não erradiar de lá diretamente? Ou seja, a emissão vem de Munique para Portugal e de Portugal segue para a Alemanha de Leste. Porque acontecia isso? EM AM é diferente de FM, chega melhor se estivermos mais distantes do emissor?

2. As interferências referidas no artigo, inclusive nos limpa parabrisas: como se justifica este fenómeno? É suposto na proximidade aos emissores existirem estes fenómenos "paranormais"? Presumo que a tecnologia atual dilua muitos desses problemas.

3. A série: logo no primeiro episódio vê-se a entrada de um parque emissor com inúmeras antenas. À entrada, posso estar enganado mas parece dizer RTP. Tendo em conta que as antenas foram desativadas e que não iriam montar só para a série, que centro emissor é o que se vê?

Obrigado!

1) A Rádio Europa Livre era emitida de Portugal porque a região de Munique estava demasiado perto da região de interesse a ser coberta pelo sinal. Se os americanos emitissem diretamente da Alemanha, o sinal chegava bem às regiões mais distantes da Rússia mas chegava muito fraco ao oeste e centro da Rússia, à Polónia, à então Checoslováquia e outros países da URSS. Pesquise no Google por ionosfera e onda curta para perceber melhor como as emissões na onda curta funcionavam e ainda funcionam.

2) Interferência eletromagnética. Se domina o inglês, tem aqui uma boa ajuda:
https://en.m.wikipedia.org/wiki/Electromagnetic_interference

E os circuitos elétricos dos carros, mesmo que tivessem algum grau de blindagem, eram "bombardeados" com os campos elétricos fortíssimos irradiados pelas antenas da Raret. Hoje em dia os carros têm os circuitos eletrônicos com melhor blindagem mas não são à prova de tudo e mais alguma coisa.

3) As cenas com as antenas e outros exteriores foram filmadas no centro emissor de onda curta da RTP, perto de Pegões.

Espero ter ajudado.

pdf

  • #MdR
  • Administrator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1238
    • Ver Perfil
Re: RARET - Rádio Europa Livre
« Responder #6 em: Novembro 12, 2021, 11:57:04 am »
Uma coisa que sempre me intrigou foi o facto de a RARET ser na verdade um conjunto de duas instalações: Glória (tx) e Maxoqueira (rx) (na série legendam como Maxuqueira, disse-me um amigo estrangeiro). Ou até 3, se formos a contar com o Areeiro...

Locais em separado para permitir uma receção mais limpa, talvez?

Luis Carvalho

  • Administrator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 816
    • Ver Perfil
Re: RARET - Rádio Europa Livre
« Responder #7 em: Novembro 12, 2021, 12:50:25 pm »
Uma coisa que sempre me intrigou foi o facto de a RARET ser na verdade um conjunto de duas instalações: Glória (tx) e Maxoqueira (rx) (na série legendam como Maxuqueira, disse-me um amigo estrangeiro). Ou até 3, se formos a contar com o Areeiro...

Locais em separado para permitir uma receção mais limpa, talvez?

Julgo que sim. A ideia, imagino eu, era evitar que as antenas de emissão afectassem a recepção. Tanto quanto sei, a RARET não era caso único, nomeadamente em Portugal: a Deutsche Welle tinha o centro emissor em Sines e tinha um centro de recepção em Sesimbra (desconheço a localização exacta, mas julgo que foi desmantelado talvez no início dos anos 90, quando passaram a receber o sinal áudio via satélite).
Cumprimentos,
Luís Carvalho

Administrador do "Fórum da Rádio"

pdnf

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1027
    • Ver Perfil
Re: RARET - Rádio Europa Livre
« Responder #8 em: Novembro 12, 2021, 01:19:01 pm »
Uma coisa que sempre me intrigou foi o facto de a RARET ser na verdade um conjunto de duas instalações: Glória (tx) e Maxoqueira (rx) (na série legendam como Maxuqueira, disse-me um amigo estrangeiro). Ou até 3, se formos a contar com o Areeiro...

Locais em separado para permitir uma receção mais limpa, talvez?

Julgo que sim. A ideia, imagino eu, era evitar que as antenas de emissão afectassem a recepção. Tanto quanto sei, a RARET não era caso único, nomeadamente em Portugal: a Deutsche Welle tinha o centro emissor em Sines e tinha um centro de recepção em Sesimbra (desconheço a localização exacta, mas julgo que foi desmantelado talvez no início dos anos 90, quando passaram a receber o sinal áudio via satélite).

Desculpem a minha ignorância mas a antena de receção servia fundamentalmente para captarem com mais qualidade aquilo que pretendiam gravar, correto? Porque, caso contrário, um vulgar rádio captaria a emissão vinda de Munique, correto? Ou é algo similar à transmissão em canal dedicado dos estúdios ao emissor de hoje em dia?

Luis Carvalho

  • Administrator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 816
    • Ver Perfil
Re: RARET - Rádio Europa Livre
« Responder #9 em: Novembro 12, 2021, 06:17:15 pm »
Uma coisa que sempre me intrigou foi o facto de a RARET ser na verdade um conjunto de duas instalações: Glória (tx) e Maxoqueira (rx) (na série legendam como Maxuqueira, disse-me um amigo estrangeiro). Ou até 3, se formos a contar com o Areeiro...

Locais em separado para permitir uma receção mais limpa, talvez?

Julgo que sim. A ideia, imagino eu, era evitar que as antenas de emissão afectassem a recepção. Tanto quanto sei, a RARET não era caso único, nomeadamente em Portugal: a Deutsche Welle tinha o centro emissor em Sines e tinha um centro de recepção em Sesimbra (desconheço a localização exacta, mas julgo que foi desmantelado talvez no início dos anos 90, quando passaram a receber o sinal áudio via satélite).

Desculpem a minha ignorância mas a antena de receção servia fundamentalmente para captarem com mais qualidade aquilo que pretendiam gravar, correto? Porque, caso contrário, um vulgar rádio captaria a emissão vinda de Munique, correto? Ou é algo similar à transmissão em canal dedicado dos estúdios ao emissor de hoje em dia?

Um vulgar rádio com Onda Curta e SSB podia captar a emissão da Alemanha. Contudo, e devido ao modo de emissão, era de todo conveniente utilizar um aparelho de elevada qualidade que filtrasse bem o sinal de áudio pretendido.

Na Maxoqueira, pretendia-se receber o sinal mais forte possível e com o mínimo de (inevitáveis) perturbações (desvanecimento etc.). Daí que utilizassem antenas próprias para a Onda Curta e cuidadosamente ajustadas. Importa lembrar que tudo funcionava de forma analógica, a qualidade da gravação dependia, obviamente, da qualidade do áudio que chegava ao gravador de bobine. Fazendo uma comparação com a tecnologia comum nas nossas casas, quem já não é tão jovem e costumava gravar, nos anos 80, 90 e talvez início dos anos 2000, numa cassete virgem colocada no deck, música ou programas que passavam na rádio entende perfeitamente a questão. No mundo analógico, qualquer perturbação no sinal de áudio a ser gravado (por exemplo, uma parte degastada do sulco de um disco de vinil a ser percorrida pela agulha) afecta a gravação.

Voltando à Onda Curta, se o "pdnf" tiver um rádio com "sw" e tentar sintonizar, por exemplo, as frequências da BBC ou da Radio France Internationale, por exemplo, vai ver que, mesmo tentando ajustar a antena da melhor forma possível para captar o sinal, as emissões em Onda Curta estão sujeitas ao desvanecimento mais ou menos frequente do sinal e a outras perturbações não controláveis pelo ouvinte. Claro que há uma grande diferença entre um rádio portátil só com a antena telescópica e um receptor profissional que recebe o sinal através de uma antena exterior adequada, mas não há milagres quando a propagação não ajuda.
« Última modificação: Novembro 12, 2021, 06:21:03 pm por Luis Carvalho »
Cumprimentos,
Luís Carvalho

Administrador do "Fórum da Rádio"

nelsonsoares

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 83
    • Ver Perfil
Re: RARET - Rádio Europa Livre
« Responder #10 em: Novembro 24, 2021, 12:22:46 pm »
A Rádio Observador está neste momento a transmitir um programa sobre a RARET, e a sua história

Radiofilo

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 198
    • Ver Perfil
Re: RARET - Rádio Europa Livre
« Responder #11 em: Dezembro 21, 2021, 10:17:45 pm »
Reparei ontem, numa deambulação por uma livraria Bertrand nas Caldas da Raínha, num livro recente (Dez. 2021) sobre a história da RARET, da autoria de Vítor Madaíl Herdeiro e editado pelas Edições 70.

Daquilo que folheei, parece-me ser uma obra bastante interessante.

Uma boa sugestão para este Natal!

Aqui deixo o link para a sinopse do livro: https://www.bertrand.pt/livro/raret-vitor-madail-herdeiro/25651819