Autor Tópico: Rádio Observador  (Lida 265806 vezes)

Atento

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5723
Re: Rádio Observador
« Responder #2610 em: Abril 09, 2024, 01:19:56 pm »
Isso foi a designação que a deputada socialista Isabel Moreira, tratou os colaboradores e promotores do livro Identidade e Família.
Não li o livro, nem sei se o lerei, mas já sei que é constituído por vários depoimentos.
Obviamente, que se do eu de direita, conservador e católico, também estou no grupo dos " chalupas ultramontanos".
Portanto o fórum é sobre isso que trata. O direito inabalável de pensar difrente, que pelos vistos é chalupismo.


Para essa até o Guterres é chalupa fascista...

Eanes e esposa "fascistas"


Guilherme d'Oliveira Martins "fascista"


A cedência da RR a certas trampinhas deu nisto: todos fascistas, exceto a madame Moreira e afins...

Zeca 2021

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1026
Re: Rádio Observador
« Responder #2611 em: Abril 09, 2024, 03:17:09 pm »
De acordo com uma das revistas das bancas, o Julio Magalhães recebia da Rádio Observador a quantia de €3500 euros por mês.
Ainda dizem que o meio rádio está mau ?

Uma rádio com pouco mais de 1% de audiência pagar valores destes é impressionante.

O Bigode do Sala

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 681
Re: Rádio Observador
« Responder #2612 em: Abril 09, 2024, 03:48:40 pm »
De acordo com uma das revistas das bancas, o Julio Magalhães recebia da Rádio Observador a quantia de €3500 euros por mês.
Ainda dizem que o meio rádio está mau ?

Uma rádio com pouco mais de 1% de audiência pagar valores destes é impressionante.

Quanto é que pagará a um jornalista da redacção que não tem os pergaminhos do Júlio Magalhães?
Porque é que valores como a Inês Ameixa saíram para a RTP, mesmo sabendo dos constrangimentos orçamentais do serviço público de radiodifusão?
Quanto ganharia a promissora Camila Vidal?
As estrelas podem catapultar audiências, mas sem as formigas trabalhadoras, o formigueiro não funciona.
« Última modificação: Abril 09, 2024, 03:50:50 pm por O Bigode do Sala »
«O que acontece no Mundo é que toda a gente que nasce, nasce de alguma maneira poeta! Inventor de algo que não havia no Mundo antes de eles nascerem!
E inteiramente individual: cada um poeta que é!»

Agostinho da Silva

Atento

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5723
Re: Rádio Observador
« Responder #2613 em: Abril 09, 2024, 03:51:14 pm »
De acordo com uma das revistas das bancas, o Julio Magalhães recebia da Rádio Observador a quantia de €3500 euros por mês.
Ainda dizem que o meio rádio está mau ?

Uma rádio com pouco mais de 1% de audiência pagar valores destes é impressionante.

Quanto é que pagará a um jornalista da redacção que não tem os pergaminhos do Júlio Magalhães?
Porque é que valores como a Inês Ameixa saíram para a RTP, mesmo sabendo dos constrangimentos orçamentais do serviço público de radiodifusão?
As estrelas podem catapultar audiências, mas sem as formigas trabalhadoras, o formigueiro não funciona.

Sem as estrelas o formigueiro fica sem cabeça e a tendência é para definhar...

pdnf

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5225
  • Foi a Rádio que fez Abril!
Re: Rádio Observador
« Responder #2614 em: Abril 10, 2024, 01:29:54 am »
De acordo com uma das revistas das bancas, o Julio Magalhães recebia da Rádio Observador a quantia de €3500 euros por mês.
Ainda dizem que o meio rádio está mau ?

Uma rádio com pouco mais de 1% de audiência pagar valores destes é impressionante.

Quanto é que pagará a um jornalista da redacção que não tem os pergaminhos do Júlio Magalhães?
Porque é que valores como a Inês Ameixa saíram para a RTP, mesmo sabendo dos constrangimentos orçamentais do serviço público de radiodifusão?
As estrelas podem catapultar audiências, mas sem as formigas trabalhadoras, o formigueiro não funciona.

Sem as estrelas o formigueiro fica sem cabeça e a tendência é para definhar...

É neste ponto que eu e o Atento concordamos em discordar. Para mim, as formiguinhas são muito mais valiosas. Nos anos 90, houve rádios que se fizeram só com as formiguinhas, algumas delas estrelas hoje.
Rádio é:
Ir ao fim da Rua, a ligar Portugal, aconteça o que acontecer.
Mais música nova para sentir (e decidir).
Estar no carro, em casa, em todo o lado, só se quiseres.
Saber que se a vida tem uma música, ela passa-a.
É a arte que toca, mais do que música...PESSOAS. Ah, and all that "unique" soul.

pdf

  • Administrator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 638
Re: Rádio Observador
« Responder #2615 em: Abril 10, 2024, 10:44:27 am »
De acordo com uma das revistas das bancas, o Julio Magalhães recebia da Rádio Observador a quantia de €3500 euros por mês.
Ainda dizem que o meio rádio está mau ?

Uma rádio com pouco mais de 1% de audiência pagar valores destes é impressionante.

Quanto é que pagará a um jornalista da redacção que não tem os pergaminhos do Júlio Magalhães?
Porque é que valores como a Inês Ameixa saíram para a RTP, mesmo sabendo dos constrangimentos orçamentais do serviço público de radiodifusão?
As estrelas podem catapultar audiências, mas sem as formigas trabalhadoras, o formigueiro não funciona.

Sem as estrelas o formigueiro fica sem cabeça e a tendência é para definhar...

É neste ponto que eu e o Atento concordamos em discordar. Para mim, as formiguinhas são muito mais valiosas. Nos anos 90, houve rádios que se fizeram só com as formiguinhas, algumas delas estrelas hoje.

Correto... a Rádio Energia começou com desconhecidos na faixa dos 18-22 anos... veja-se onde estão hoje.

Tanto que a Antena 3 a nascer viu esse "milagre" e foi lá roubar grande parte dos quadros, o que ajudou a uma morte mais rápida da Energia.

Danl

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 323
Re: Rádio Observador
« Responder #2616 em: Abril 10, 2024, 11:10:22 am »
De acordo com uma das revistas das bancas, o Julio Magalhães recebia da Rádio Observador a quantia de €3500 euros por mês.
Ainda dizem que o meio rádio está mau ?

Uma rádio com pouco mais de 1% de audiência pagar valores destes é impressionante.

Quanto é que pagará a um jornalista da redacção que não tem os pergaminhos do Júlio Magalhães?
Porque é que valores como a Inês Ameixa saíram para a RTP, mesmo sabendo dos constrangimentos orçamentais do serviço público de radiodifusão?
As estrelas podem catapultar audiências, mas sem as formigas trabalhadoras, o formigueiro não funciona.

Sem as estrelas o formigueiro fica sem cabeça e a tendência é para definhar...

É neste ponto que eu e o Atento concordamos em discordar. Para mim, as formiguinhas são muito mais valiosas. Nos anos 90, houve rádios que se fizeram só com as formiguinhas, algumas delas estrelas hoje.

Correto... a Rádio Energia começou com desconhecidos na faixa dos 18-22 anos... veja-se onde estão hoje.

Tanto que a Antena 3 a nascer viu esse "milagre" e foi lá roubar grande parte dos quadros, o que ajudou a uma morte mais rápida da Energia.

Acho que a Energia já estava com muito pouca energia nessa altura, dando lugar ao FM Radical. Muitos foram para a Antena 3 (inclusive programas, p.exemplo: o do Henrique Amaro e com o Zé Pedro dos Xutos). Mas também me recordo de outro, com o Miguel Simões a conversa com o Jorge Gabriel na Comercial FM, estação para onde transitou igualmente a Vanda Miranda. E do José Coimbra para a RFM... se a memoria não me atraiçoa, a Carla Rocha e a Sónia Santos foram para esta radio do grupo Renascença vindas da Energia que foi, de facto, um "milagre"... porque "nunca mais houve outra radio assim".

AG

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2619
  • NSTALGIA
Re: Rádio Observador
« Responder #2617 em: Abril 10, 2024, 12:06:59 pm »
De acordo com uma das revistas das bancas, o Julio Magalhães recebia da Rádio Observador a quantia de €3500 euros por mês.
Ainda dizem que o meio rádio está mau ?

Uma rádio com pouco mais de 1% de audiência pagar valores destes é impressionante.

Quanto é que pagará a um jornalista da redacção que não tem os pergaminhos do Júlio Magalhães?
Porque é que valores como a Inês Ameixa saíram para a RTP, mesmo sabendo dos constrangimentos orçamentais do serviço público de radiodifusão?
As estrelas podem catapultar audiências, mas sem as formigas trabalhadoras, o formigueiro não funciona.

Sem as estrelas o formigueiro fica sem cabeça e a tendência é para definhar...

É neste ponto que eu e o Atento concordamos em discordar. Para mim, as formiguinhas são muito mais valiosas. Nos anos 90, houve rádios que se fizeram só com as formiguinhas, algumas delas estrelas hoje.

Correto... a Rádio Energia começou com desconhecidos na faixa dos 18-22 anos... veja-se onde estão hoje.

Tanto que a Antena 3 a nascer viu esse "milagre" e foi lá roubar grande parte dos quadros, o que ajudou a uma morte mais rápida da Energia.
Nesse tempo isso fazia sentido, agora como a rádio perdeu a importância que teve (é o que é), agora é importante ter um ou outro "porta-aviões" que traga audiência.

Nunca é demais lembrar Ricardo Araújo Pereira quando foi para a Comercial, só assim é que conseguiram chegar à liderança.

Uns e outros fazem falta.

Danl

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 323
Re: Rádio Observador
« Responder #2618 em: Abril 10, 2024, 02:55:25 pm »
De acordo com uma das revistas das bancas, o Julio Magalhães recebia da Rádio Observador a quantia de €3500 euros por mês.
Ainda dizem que o meio rádio está mau ?

Uma rádio com pouco mais de 1% de audiência pagar valores destes é impressionante.

Quanto é que pagará a um jornalista da redacção que não tem os pergaminhos do Júlio Magalhães?
Porque é que valores como a Inês Ameixa saíram para a RTP, mesmo sabendo dos constrangimentos orçamentais do serviço público de radiodifusão?
As estrelas podem catapultar audiências, mas sem as formigas trabalhadoras, o formigueiro não funciona.

Sem as estrelas o formigueiro fica sem cabeça e a tendência é para definhar...

É neste ponto que eu e o Atento concordamos em discordar. Para mim, as formiguinhas são muito mais valiosas. Nos anos 90, houve rádios que se fizeram só com as formiguinhas, algumas delas estrelas hoje.

Correto... a Rádio Energia começou com desconhecidos na faixa dos 18-22 anos... veja-se onde estão hoje.

Tanto que a Antena 3 a nascer viu esse "milagre" e foi lá roubar grande parte dos quadros, o que ajudou a uma morte mais rápida da Energia.
Nesse tempo isso fazia sentido, agora como a rádio perdeu a importância que teve (é o que é), agora é importante ter um ou outro "porta-aviões" que traga audiência.

Nunca é demais lembrar Ricardo Araújo Pereira quando foi para a Comercial, só assim é que conseguiram chegar à liderança.

Uns e outros fazem falta.

Não tenho números, mas acho que a Comercial já se encontrava em curva ascendente, sobretudo por mérito do Pedro Ribeiro. O RAP veio ajudar a consolidar a liderança tratando-se, sim, de uma grande jogada. Todavia, e fazendo um breve paralelismo, a estratégia de promoção da Joana Marques na RR, a meu ver, excede sobremaneira a do "gato". Sempre que pico os 93.7 da Emissora Católica (e ultimamente tem sido raro) apenas ouço promos a sua rubrica matinal, chegando ao ponto de na passada sexta-feira a Ana Galvão ter encerrado o programa perto das 10h com um "bom fim-de-semana, na segunda regressa o ED". Pretendo com isto dizer que o RAP saiu da Comercial e a radio manteve-se no topo. No dia em que a JM sair da RR, desconfio que a radio vai passar um mau bocado...

Desculpem o off-topic, pois aqui discutimos a Observador.

Memorias da Radio

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2965
Re: Rádio Observador
« Responder #2619 em: Abril 10, 2024, 03:38:47 pm »
Complementar só dizendo que é exatamente isso, Danl. A Comercial na era Pedro Ribeiro, grelha de Setembro de 2007 estava pelos 5.x/6% e quando o RAP chegou já ia pelos 8.5%, lembro me perfeitamente. Com o RAP e em contexto de troika e quase bancarrota, as pessoas procuravam motivos para rir e o humor no geral não estava bem coberto... a Comercial aproveitou a furada e foi por aí fora.

A RFM depois perde a cabeça e tenta Nilton, Salvador Martinha, trocar titulares, etc etc etc mas sem sucesso. Sobe qualquer coisa mas perdeu em definitivo a liderança

Diga se que este ponto está melhor trabalhado no Observador que outras alturas agora com o Eduardo Madeira.


pdnf

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5225
  • Foi a Rádio que fez Abril!
Re: Rádio Observador
« Responder #2620 em: Abril 10, 2024, 04:45:20 pm »
Nesse tempo isso fazia sentido, agora como a rádio perdeu a importância que teve (é o que é), agora é importante ter um ou outro "porta-aviões" que traga audiência.

Nunca é demais lembrar Ricardo Araújo Pereira quando foi para a Comercial, só assim é que conseguiram chegar à liderança.

Uns e outros fazem falta.

A rádio não perdeu importância, há mais pessoas a ouvir rádio do que a ver TV linear. A Rádio tem é um problema de receitas, isso sim, é o que é.
Rádio é:
Ir ao fim da Rua, a ligar Portugal, aconteça o que acontecer.
Mais música nova para sentir (e decidir).
Estar no carro, em casa, em todo o lado, só se quiseres.
Saber que se a vida tem uma música, ela passa-a.
É a arte que toca, mais do que música...PESSOAS. Ah, and all that "unique" soul.

Atento

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5723
Re: Rádio Observador
« Responder #2621 em: Abril 10, 2024, 04:55:10 pm »
Nesse tempo isso fazia sentido, agora como a rádio perdeu a importância que teve (é o que é), agora é importante ter um ou outro "porta-aviões" que traga audiência.

Nunca é demais lembrar Ricardo Araújo Pereira quando foi para a Comercial, só assim é que conseguiram chegar à liderança.

Uns e outros fazem falta.

A rádio não perdeu importância, há mais pessoas a ouvir rádio do que a ver TV linear. A Rádio tem é um problema de receitas, isso sim, é o que é.


O problema centra-se na chamada rádio generalista que não consegue dar o salto para o patamar daquilo que é feito internacionalmente. ..

Atento

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5723
Re: Rádio Observador
« Responder #2622 em: Abril 10, 2024, 05:04:47 pm »
Vou provocar...

O que é que de substancial as nossas generalistas têm para oferecer de tão extraordinário que outras plataformas não ofereçam?

Será que aquilo que oferecem é apelativo, agregador e que possa arrastar ouvintes no FM e no digital?


https://www.mediametrie.fr/fr/lannee-radio-2022-2023

O Bigode do Sala

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 681
Re: Rádio Observador
« Responder #2623 em: Abril 10, 2024, 09:23:29 pm »
Vou provocar...

O que é que de substancial as nossas generalistas têm para oferecer de tão extraordinário que outras plataformas não ofereçam?

Será que aquilo que oferecem é apelativo, agregador e que possa arrastar ouvintes no FM e no digital?


https://www.mediametrie.fr/fr/lannee-radio-2022-2023

Gente em directo a comunicar connosco.

Nos programas gravados, as generalistas são uma espécie de chancela que congrega um naipe de bons possíveis podcasts.

Partindo do pressuposto que só temos duas generalistas de âmbito nacional, programas como o Radicais Livres, Tão Perto Tão Longe, As Novas Crónicas da Idade Mídia ou musicais como a Máquina do Tempo ou Hotel Califórnia, podem ser escutadas individualmente em podcasts de qualidade num Spotify da vida, mas o poder (e já agora, a gente que os fazem) das marcas Antena 1 e Rádio Renascença podem alavancar as escutas. Isso e o facto do linear ter ainda um peso brutal, nomeadamente no carro e no trabalho.
«O que acontece no Mundo é que toda a gente que nasce, nasce de alguma maneira poeta! Inventor de algo que não havia no Mundo antes de eles nascerem!
E inteiramente individual: cada um poeta que é!»

Agostinho da Silva

pdnf

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 5225
  • Foi a Rádio que fez Abril!
Re: Rádio Observador
« Responder #2624 em: Abril 13, 2024, 01:17:47 am »
Mas o Atento numa coisa tem razão. Nonque diz respeito a análise da sociedade, da política, etc, a TV dá dez a zero à rádio. Um programa comomo Sociedade Civil (para não falar do comentário politico) em que a imagem é absolutamente secundária, tinha todo o cabimento numa Antena 1, em horário de destaque. As generalistas acham que ganhar terreno às musicais é dar-lhes a mesma música que estas, em doses cada vez maior. Não é, acreditem. A Antena 1 tem música a mais, inclusive de manhã, em Antena.

A Observador será, sem dúvida quem melhor cumpre este papel, mas precisa de uns emissores de jeito.
Rádio é:
Ir ao fim da Rua, a ligar Portugal, aconteça o que acontecer.
Mais música nova para sentir (e decidir).
Estar no carro, em casa, em todo o lado, só se quiseres.
Saber que se a vida tem uma música, ela passa-a.
É a arte que toca, mais do que música...PESSOAS. Ah, and all that "unique" soul.